Protesto contra Dilma começa com 60 mil pessoas em Campo Grande

Cerca de 60 mil pessoas ocupam seis quadras da Avenida Afonso Pena, em Campo Grande, em protesto contra a corrupção e pelo impechmeant da presidente Dilma Roussef (PT). Isso equivale a pelos 600 metros ocupados pela passeada. Os organizadores, durante a semana, falaram em cem mim pessoas. A Polícia Militar informou que só vai dar estimativa ao final do ato.

Manifestante já prrenchem seis quadras da avenida Afonso Pena Foto Paulo Francis
Manifestante já prrenchem seis quadras da avenida Afonso Pena Foto Paulo Francis

As duas faixas da Avenida Afonso Pena foram interditadas a partir da Avenida 14 de Julho. A maior concentração de manifestantes está na esquina com a Rua José Antônio, em frente ao Obelisco.

Cinco carros de som e dois trios elétricos já estão posicionados e acompanham os manifestantes. Durante a concentração, bateria da escola de samba Igrejinha fez o “esquenta” entre os manifestantes.

De acordo com a Polícia Militar, ainda não é possível contabilizar quantidade de manifestantes porque a partir da Rua Bahia, no sentido centro-bairro, a marcha ocupa duas faixas da Avenida Afonso Pena e não só a sentido bairro-centro, como o combinado com a organização do evento.

Várias bandeiras são levantadas entre os que foram para as ruas. Há policiais federais que apoiam a investigação da Lava Jato, médicos que caminham unidos contra a corrupção e moradores que foram motivados pela insatisfação com a situação do país.

Segundo uma das cordenadoras do movimento, Karina Maia, o ato deste domingo já mostra uma mudança do Brasil, de parte da população. ” Após um ano, do inicio do fora Dilma, conseguimos ver a mudança.. Apesar de esperar que a siutação ja tivesse sio resolvida, estamos evoluindo e acredito que chegando ao fim desta crise nacional”, disse.

O ato é contra toda corrupcão nacional “e dando exemplo de derrubar os líderes deste escândalo descomunal, Dilma e Lula – só assim se consegue a esperança de resgatar a etica, moral e simbolios fundamentais de uma sociedade”

 

2p62p22p42p52p32p1

Comentários

comentários