Protesto contra corrupção começa com samba na Capital

A manifestação de campo-grandenses insatisfeitos com o governo Dilma Rousseff (PT) e revoltados com a corrupção já começa a tomar as ruas da cidade.

Foto Paulo Francis
Foto Paulo Francis

Por volta das 13 horas, trechos da Avenida Afonso Pena no sentido bairro-centro foram interditados.

“Espero mudança real que comece hoje e continue para frente, para o futuro, atingindo todos os níveis de Governo. Mas que seja a partir do Central, de Brasília, que esta pior e deu maiores mal exemplos”, disse Ari de Lima. 58 anos, agropecuárista que veio com a família.

A maior concentração de pessoas está na Praça do Rádio Clube, local marcado pela organização do evento como o ponto de partida da caminhada que deve acabar nos altos da Afonso Pena.

Dois trios elétricos e integrantes da escola de samba Igrejinha fazem o “esquenta” para o protesto.

Como em vários outros estados do país, roupas verde e amarelo, contra o PT e a favor do juiz Sérgio Moro, responsável por julgar investigados pela operação Lava Jato, tomam conta das ruas.

De acordo com o coronel da Polícia Militar, Valdir Ribeiro Acosta, 500 policiais farão a segurança dos manifestantes no decorrer do protesto.

Lúcio Borges

13p9

13p8

13p7

13p4

 

Comentários

comentários