Programa formaliza cedência de professores para educação especial

Maria Lucia Nogueira Fernandes durante entrevista no programa Capital Meio Dia. (Foto: Paulo Francis)
Maria Lucia Nogueira Fernandes durante entrevista no programa Capital Meio Dia. (Foto: Paulo Francis)

A governadora em exercício de Mato Grosso do Sul, Rose Modesto, formalizou esta semana o programa de cedência de professores estaduais efetivos às instituições privadas sem fins lucrativos que são especializadas em atuação exclusiva na educação especial. Pestalozzis e Apaes do Estado estarão entre as instituições beneficiadas.

A diretora da Sociedade Educacional Juliano Varella, Maria Lucia Nogueira Fernandes, declarou na tarde desta sexta-feira (29), durante entrevista no programa Capital Meio Dia e ao Página Brazil que ao longo dos anos o Governo do Estado sempre cedeu professores para atender os alunos das escolas especiais, porem essa cedência era feita através da escolha de professores convocados, que acontecia por meio de contratos precários.

“Esses professores nao tinham direito ao 13° salario, férias, não recebiam os salarios inteiro no mes de dezembro, não recebia o salario de janeiro porque o contrato era feito em fevereiro e se encerrava dia 15 de dezembro.O governo propos a legalização disso, ou seja, vamos construir uma nova relação e a partir de hoje até o final do governo do Reinaldo Azambuja todos os professores convocados que atuam nas escolas especiais serão substituidos por professores concursados.”, conta.

Com a intensão de que os alunos nao sintam essa mudança e para que as escolas tenham tempo suficiente para formar esses novos profissionais que estão chegando, Maria Lucia explica que a substituição ocorrerá de forma gradativa, este ano de 20 a 30%, em 2017 também 30% e no ano seguinte mais 30%.

Em função dessa readequação no número de profissionais e da conclusão de 50% das obras da Juliano Varella, a instituição inicia no mês de março varios cursos para aqueles alunos com deficiencia intelectual que estão matriculados hoje no ensino regular.

“Os alunos poderão no contra turno participar de cursos com professores altamente capacitados em areas como natação, dança, música, teatro, e também a oficina de AVP(Atividade de Vida Pratica), onde ajudaremos esses jovens a terem mais autonomia através de aulas de cozinha, vamos ensina-los a lavarem a sua roupa, seu tenis, arrumar sua casa, que são funções elementares para a independencia”, finaliza.

Para quem quiser saber mais informações sobre os cursos oferecidos pela instituição Juliano Varella, o telefone para contato é o (67)3026-8828.

Paulo Francis

Comentários

comentários