Programa destinará mais de R$ 96 milhões para segurança pública

O governo do Estado lançou na última terça-feira (14), o programa “MS Mais Seguro”, que destinará mais de R$ 96 milhões para estruturação do Corpo de Bombeiros e das polícias Civil e Militar. O programa prevê reforma de prédios e compra de viaturas, equipamentos e armamentos até 2018.

De acordo com o secretário da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), José Carlos Barbosa, os R$ 96, 4 milhões serão destinados a estruturação dos prédios, treinamentos para os servidores, além de equipamentos de trabalhos. “Vamos adquirir mais de cinco mil coletes a prova de balas para substituir todos aqueles que estão vencidos, investir em viaturas, armamentos e todos os equipamentos de segurança aos nossos policiais, para que eles tenham condições e estrutura para executar bem a sua função”, explicou.

Caso Paranhos

Segundo Barbosinha, o caso do policial civil Aquiles Chiquim Júnior, 34 anos, que foi morto na noite da última terça-feira (14) com tiros de fuzil em Paranhos, está sendo investigado. “Estamos com todas as nossas estruturas investigando e apurando o caso. Vamos chegar ao autor ou aos autores desse bárbaro assassinato”, ressaltou.

Atentado na fronteira

O assassinato do empresário e narcotraficante Jorge Rafaat Toumani, morto na noite de ontem (15), em Pedro Juan Caballero, na fronteira com Ponta Porã, preocupa a segurança pública do Estado.

Para o secretário, essa ‘guerra’ no país vizinho evidência a necessidade de mais investimento do governo federal na fonteira.”Precisamos do fortalecimento das estruturas da nossa fronteira. Temos que ter o aumento do efetivo da Polícia Rodoviária Federal (PRF), da Polícia Federal e, sobretudo, uma atenção especial ao Mato Grosso do Sul que tem 1.500 quilômetros de fronteira”, disse.

Comentários

comentários