Professores da rede municipal fazem protesto na prefeitura

Os professores da rede municipal de ensino realizaram um manifesto na manhã de hoje(25), em virtude da greve instaurada por conta do impasse no piso salarial da categoria. Eles se reuniram na praça Ari Coelho onde seguiram em passeata, com apitos até a prefeitura Municipal de Campo Grande.

Uma comissão composta por diretores da ACP(Sindicato Campo-Grandense dos Profissionais da Educação Pública), e professores foram recebidas para uma reunião, porem ainda não houve nenhum avanço, segundo o presidente do sindicato dos professores de Campo Grande (ACP), Geraldo Alves Gonçalves. “Nos entendemos que a greve não é boa para ninguém, mas nos queremos que a prefeitura atenda a lei ou faça ao menos uma proposta que nos valorize, para que seja levada e discutida pelos professores. Por enquanto não avançamos em nada, os secretários disseram que iriam realizar uma analise e levantamentos e que as 15 horas nos receberiam novamente e desta vez com a presença do prefeito da cidade”, alega Geraldo.

Ele ainda relata a que o sindicato lamenta Prefeitura ter ajuizado no ultimo dia 22 uma ação judicial contra o movimento sindical, exigindo que os trabalhadores não aderissem a greve. ” Isso é lamentável até porque contraria a lei 7783 do ano de 1989 que garante o direito a greve, então a prefeitura não deveria tentar inibir os trabalhadores e sim buscar uma solução o mais rápido possível”, lamenta.

Para o período vespertino os professores irão realizar as 14 horas uma panfletagem na região central da cidade, na Avenida Afonso pena, às 15 horas haverá uma nova reunião com os representantes da comissão, o prefeito e secretários na Prefeitura de Campo Grande. E por fim as 16h30 está agendada uma assembléia geral no prédio da ACP para que sejam discutidos com os professores qualquer proposta que possa vir a ser apresentada.

Comentários

comentários