Professora é espancada na porta da escola ao chegar para trabalhar

Segundo informações do Diário Corumbaense, uma professora de 66 anos foi espancada na manhã desta quarta-feira (24), assim que chegou à Escola Municipal Cássio Leite de Barros, na parte alta de Corumbá – 417 km de Campo Grande.

Professora ficou com vários hematomas  (Foto: Diário Corumbaense/ Divulgação)
Professora ficou com vários hematomas
(Foto: Diário Corumbaense/ Divulgação)

Ela contou que chegou ao local por volta das 7h20 e depois de estacionar o veículo foi abordada pelos suspeitos e não conseguiu ver os agressores, que fugiram do local sem levar nada.

“Estacionei meu carro na frente da escola, desci com uma bolsa em uma mão e a chave na outra e em seguida, me dirigi até a porta do passageiro para pegar uma outra bolsa. Quando abri a porta traseira, ouvi uma motocicleta que parou atrás de mim. Em seguida, já senti puxarem meu braço e torcer para trás. A dor foi tanta, que larguei de imediato a chave e a bolsa que estavam em minhas mãos”, contou.

“Eu não consegui ver quem eram os homens, apenas consegui identificar que eram dois, pois enquanto um batia minha cabeça no carro, o outro me chutava, dava socos, não sei ao certo, foram agressões na barriga e nas costas. Depois que eles me bateram, me soltaram e foram embora. Foi rápido”, completou a professora, ressaltando que não foi roubada.

O caso será investigado pela Polícia Civil do município.

Comentários

comentários