Procurado pela Interpol por morte de advogado argentino é preso em MS

Ação conjunta entre a Polícia Federal e a Polícia Civil em Dourados, resultou na prisão de um indivíduo suspeito de ser procurado pela Interpol (Organização Internacional de Polícia Criminal) e com mandado de prisão expedido pela Justiça Federal do Brasil. O fato ocorreu na noite de quinta-feira (20).

inter

A informação foi repassada em nota pela Polícia Federal e trata-se de pedido de extradição por parte do governo argentino, em razão do homicídio de um advogado daquele país supostamente cometido pelo procurado.

No pedido de extradição consta que o rapaz de 44 anos teria nacionalidade paraguaia.

Mas, ao depor na Polícia Federal o mesmo afirmou outro nome e possuir 40 anos. O rapaz também afirmou que seria cidadão brasileiro, tendo alegado que o nome constante no pedido do governo argentino diria respeito a um documento falso anteriormente utilizado pelo mesmo.

Conforme a PF as informações e a documentação pessoal do indivíduo serão checadas, a fim de esclarecer tratar-se de cidadão brasileiro ou estrangeiro. O nome do suspeito não foi divulgado.

Comentários

comentários