Primeiro treino de Tite tem orientações táticas ao time

Foram 75 dias longe dos gramados. Tite se despediu do Corinthians no dia 15 de junho. De lá para cá, se debruçou em números, estatísticas de adversários, vídeos de partidas e o máximo de informações. Na segunda-feira (29), ele começou a colocar em prática tudo o que juntou neste período e também ao longo da carreira. Foi o seu primeiro treino com a Seleção em Quito.

Tite durante primeiro treino na seleção - Foto: Lucas Figueiredo/CBF
Tite durante primeiro treino na seleção – Foto: Lucas Figueiredo/CBF

A julgar pela energia e intensidade demonstrada durante o trabalho, Tite devia estar com saudade. De forma didática, em voz alta e a plenos pulmões, ele orientou os jogadores a todo o momento nos trabalhos táticos. O primeiro deles, um exercício de bolas paradas.

Depois, numa atividade de ataque contra defesa, foi com elogios e conselhos a cada um que ele conduziu o trabalho. Do simples “é isso aí, pode infiltrar por dentro, Paulinho. Faz a dele, que ele vem na sua”, ao honesto “eu sei que o Neymar gosta de flutuar por ali, já perdi muita noite de sono quando ia te enfrentar.”

Antes da parte tática, o preparador físico Fábio Masheredjian comandou o aquecimento com os jogadores que iriam participar do trabalho completo. No vestiário, Anderson Paixão, seu assistente, ficou com Gabriel Jesus, Lucas Lima e Rafael Carioca para o regenerativo.

Miranda e Alisson, que se apresentaram em Quito já com o treino rolando, também foram a campo. O primeiro fez uma corrida leve no gramado, enquanto o goleiro vestiu luvas, chuteira e ainda fez algumas defesas.

A Seleção Brasileira volta a treinar no Estádio Casa Blanca nesta terça-feira (30). O trabalho começa às 16h (MS).

Comentários

comentários