Primeiras testemunhas do caso “passada de mão” são ouvidas

Teve início na manhã deste quarta-feira (02), os depoimentos dos envolvidos e testemunhas do caso de ‘passada de mão’, envolvendo a vereadora Virginia Magrini (PP) e o colega de casa Maurício Lemes (PSB). Magrini acusa Lemes de ter ‘passado a mão’ em suas nádegas, após a entrega de uma moção ao fim da sessão ordinária no dia 08 de junho.

Vereadora acusa o colega de casa de ter passado a mão em suas nádegas durante a entrega de uma moça  (Foto: Joandra Alves)
Vereadora acusa o colega de casa de ter passado a mão em suas nádegas durante a entrega de uma moça
(Foto: Joandra Alves)

Segundo o Dourados News no dia 28 de agosto, o presidente da Comissão de Ética e Decoro Parlamentar, o vereador Marcelo Mourão (PSD), disse que foram convocadas sete testemunhas por parte de Virginia e cinco de Lemes.

Nesta quarta serão ouvidas Virginia e as pessoas que ela convocou como testemunhas. Já na quinta-feira (03), será a vez de Lemes e suas testemunhas. Mourão contou ainda que pretende finalizar a apuração do caso até o final deste mês.

A redação entrou em contato na procuradoria da Câmara na manhã de hoje, para obter informações sobre os depoimentos e foi informado que os mesmos tiveram início as 07h30 e a programação é que seja realizada durante todo o dia.

O Caso

A vereadora Virginia Magrini acusa o colega Maurício Lemes de ter passado a mão em sua nádega após a sessão ordinária ocorrida no dia 8 de junho, na Câmara de Vereadores de Dourados.

No dia seguinte, ela registrou boletim de ocorrência na Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher.

A Comissão Parlamentar de Ética começou a apurar o caso no dia 16 de junho quando aconteceu a primeira reunião, após os vereadores votarem favorável à denúncia de Magrini contra Lemes.

Comentários

comentários