PRF recupera caminhonete roubada de arquiteto na Capital

Após receber informações na madrugada de hoje (7), sobre o sequestro de um arquiteto em Campo Grande, onde uma caminhonete Toyota/Hilux fora roubada, a Polícia Rodoviária Federal conseguiu recuperar o veículo e prender dois homens envolvidos no crime em Guia Lopes da Laguna/MS.

Foto Divulgação PRF
Foto Divulgação PRF

A ocorrência foi na BR 267, Km 470, na Unidade Operacional da PRF de Guia Lopes da Laguna, quando policiais rodoviários federais abordaram o veículo, conduzido por um indivíduo de 18 anos na companhia de outro sem identidade.

Em resposta aos policiais os dois acabaram confessando a participação no roubo do veículo e que levariam ao Paraguai, na cidade de Bella Vista Norte, fronteira com Bela Vista/MS. Os criminosos foram encaminhados com o veículo roubado à Delegacia de Polícia Civil de Guia Lopes da Laguna, onde foram autuados pelo roubo qualificado.

Entenda o caso

Um arquiteto de 31 anos, morador em Campo Grande foi vítima do golpe ”boa noite cinderela’. Ele foi dopado e teve a caminhonete, além de outros objetos e dinheiro roubados, na noite de ontem.

Ele foi rendido por três bandidos armados, feito refém e amarrado . Depois de várias horas em poder dos assaltantes, o rapaz foi deixado, caminhou até o frigorifico JBS na saída para Sidrolândia, onde pediu por socorro.

Conforme o bolteim de ocorrência ele parceia estar sob efeito de algum tipo de droga, já que estava sonolento. Ele relatou que por volta das 23h, passava com sua caminhonete Hilux pela Praça Ary Coelho, quando encontrou duas mulheres, as quais julgou que fossem garotas de programa.

As supostas prostitutas aceitaram convite para sair e a vítima percorreu com elas algumas lanchonetes e clubes da cidade. Em determinado momento, cujo local ele não recordava, foi dominado por três homens armados, amarrado com casaco e depois abandonado.

Segundo a vítima, os assaltantes levaram dinheiro, tênis, aparelho de telefone celular, documentações, além do veículo.

Conforme descrição de policiais, o rapaz aparentava estar debilitado e havia a possibilidade de ele ter sido intoxicado com algum tipo de sonífero diluído em bebida. Por isso, foi levado para posto de saúde para ser submetido a atendimento médico.

A vítima tinha arranhões pelo corpo e hematomas, provenientes de possíveis agressões ou da tentativa de se soltar dos assaltantes, conforme avaliação policial. Nenhum suspeito foi preso e o caso é investigado.

Comentários

comentários