PRF prende mãe e filha na BR-262 com cocaína avaliada em R$ 1 milhão

Nesta sexta-feira, 02, às 13h30, na BR 262, na altura do Km 21 (em frente à Unidade Operacional da PRF em Três Lagoas), policiais rodoviários federais abordaram um veículo I/Hyundai IX35 2.0, placas de Água Clara, conduzido por A.R.A.T., 25 anos, vendedora ambulante, e tendo como passageira a sua mãe, J.T., 50 anos, dona de casa.

A condutora e a passageira demonstraram sinais de nervosismo e apresentaram respostas contraditórias às questões formuladas pelos policiais, razão pela qual foi realizada revista minuciosa no utilitário, onde foram encontrados 71 tabletes de substância com características de cocaína ocultados em um compartimento secreto. Após a pesagem, o entorpecente totalizou 74,9 kg.

Questionada sobre a origem da droga, a motorista disse que recebeu o entorpecente de um conhecido na cidade de Ponta Porã, e que pretendia entregá-lo na cidade de Araçatuba/SP. Informou ainda que pela viagem receberia a importância de R$30.000,00 em espécie.

Foi dado voz de prisão a ambas por tráfico de drogas interestadual e associação para o tráfico, crimes inafiançáveis e equiparados a hediondos. As ocupantes do veículo foram encaminhadas ilesas à Delegacia da Polícia Federal em Três Lagoas, juntamente com o utilitário e a droga apreendida.

A cocaína apreendida tem o valor estimado de mais de 1 milhão de reais (R$1.120.000,00) no interior de São Paulo.

Comentários

comentários