Presos bandidos que fizeram 50 assaltos com armas de brinquedo em Campo Grande

Na ação, os marginais subtraíam celulares e outros objetos de valor
Na ação, os marginais subtraíam celulares e outros objetos de valor

A Polícia Civil prendeu três assaltantes que cometeram ao menos 50 assaltos em Campo Grande, desde o início do mês de fevereiro. Derf (De acordo com o delegado Ivahyr Luiz Campos, da Delegacia Especializada de Repressão à Roubos e Furtos), eles alugavam diariamente, por R$ 15, uma arma de brinquedo e cometiam os assaltos na região norte da cidade.

“Eles tinham uma média de 8 a 12 assaltos por dia, em posse da arma de brinquedo, faca e inclusive um revólver com munições no qual já apreendemos. No entanto, confirmamos até o momento cerca de 50 assaltos e também três receptadores. Um deles, de uma só vez, negociou 20 aparelhos de celulares roubados”, afirmou ao G1 o delegado.

Em um primeiro momento, conforme a polícia, Alesi Espinosa, de 22 anos, saía em sua motocicleta com um adolescente. Ambos abordavam as vítimas principalmente em pontos de ônibus e exigiam celulares, dinheiro e outros objetos de valor.

No início da semana, quando o adolescente foi apreendido e encaminhado para a Unidade Educacional de Internação (Unei), o suspeito de 22 anos chamou Douglas da Silva Barros, de 18 anos, para continuar os assaltos. Eles foram presos nesta quarta-feira (27), no bairro José Tavares.

Os suspeitos estavam com 31 cartões de memória, além do revólver, munições, uma faca e dezenas de aparelhos celulares. “Eu fiz, no máximo, dez assaltos, porque estava precisando. O restante não tenho conhecimento”, alegou Alesi. Já o suspeito de 18 anos nega os crimes, ressaltando apenas que andava na garupa do veículo.

Os envolvidos vão responder por roubo qualificado pelo concurso de pessoas, posse irregular de arma de fogo, bem como o adolescente, que responderá por ato infracional semelhante ao crime. Com G1.

Comentários

comentários