Presídios de MS recebem equipamentos de segurança usados na Olimpíada no Rio

Ms vai receber 51 equipamentos dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos 2016 (Foto: Agepen/Divulgação)
Ms vai receber 51 equipamentos dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos 2016 (Foto: Agepen/Divulgação)

Os presídios de Mato Grosso do Sul começaram a receber equipamentos de segurança de alta tecnologia usados na Olimpíada e Paralimpíada do Rio 2016 para reforçar a revista de visitantes, segundo informou a Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen). A entrega dos aparelhos começou a ser feita na semana passada.

Ao todo, o Ministério da Justiça entregará 51 equipamentos, sendo 11 de raio-x, 24 portais detectores de metal e outros 16 detectores manuais, avaliados em R$ 1.390.00,00.

O repasse faz parte de um acordo entre o governo estadual, por meio da Secretaria de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) e a União e, segundo acordo entre o Departamento Penitenciário Nacional (Depen) e a Agepen, não haverá custo para Mato Grosso do Sul, sendo ainda garantida a manutenção dos aparelhos por dois anos.

O prazo para a conclusão dos repasses ainda não foi definido, segundo a Agepen, nem quando todos os equipamentos estarão em funcionamento. O trabalho será feito por uma empresa especializada.

A expectativa do diretor-presidente da Agepen, Ailton Stropa Garcia, é que os 51 equipamentos ampliem e melhorem o aparato de revista já existente nos presídios sul-mato-grossenses. O objetivo é coibir a entrada de materiais proibidos, como entorpecentes, armas e celulares.

Ainda conforme Stropa, a distribuição é feita conforme a necessidade de cada presídio e a estrutura e o fluxo de visitantes são levados em conta. A previsão é que todas as unidades prisionais da capital recebam portais detecores, além de Dourados, Amambai, Aquidauana, Bataguassu, Cassilândia, Corumbá, Coxim, Jardim, Nova Andradina, Rio Brilhante, Naviraí e Três Lagoas.

No final do ano passado, a Agepen recebeu do Depen a doação de 12 portais detectores de metal e três aparelhos de raio X, além de banquetas e detectores manuais, que foram distribuídos entre as unidades penais do Estado.

Em todo o país, foram distribuídos 373 aparelhos raios-x de 60×40 e oito de 100×100. Outros 823 portais e 505 detectores manuais estão sendo repassados para todos os estados do Brasil. O valor total das doações soma R$ 44.636.967,50. A distribuição é feita de forma proporcional ao tamanho do sistema penitenciário de cada local, levando em conta o número de presos e de unidades existentes.

Comentários

comentários