Prefeitura concede reajuste de 9,57%, mas servidores prometem nova manifestação

A manifestação realizada por servidores da área da saúde, administrativa e guarda municipal na manhã desta quinta-feira (31), em frente a Prefeitura de Campo Grande, terminou com uma reunião com o prefeito Alcides Bernal (PP) e um reajuste salarial de 9,57% para todos os funcionários da prefeitura.

O valor do reajuste não era o que estava sendo reivindicado por todas as categorias e também não será pago integralmente. As categorias de 1 a 7 receberão todo o valor no mês de maio. Já as categorias de 8 a 10 e 11 a 16, receberão parte do reajuste em maio e o restante somente no mês de dezembro.

Foto: Kerolyn Araújo
Foto: Kerolyn Araújo

De acordo com Bernal, a crise pelo qual o país é muito grande e, apesar de querer atender todas as demandas das categorias, não será possível. “Não vamos prometer o que não podemos cumprir”, ressaltou.

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Campo Grande (Sisem), não aprovou o reajuste e, amanhã (01), realizarão uma nova manifestação em frente à prefeitura. Dessa vez, eles prometem acampar e até mesmo cozinhar no local.

Bernal afirmou que as outras reivindicações das categorias serão discutidas no próximo mês.

Reivindicações

Técnicos de enfermagem e enfermeiros reivindicaram um reajuste salarial de 18% para a categoria, além do auxilio alimentação. Até o primeiro semestre de 2015, os funcionários que faziam plantões recebiam alimentação, porém o contrato com a empresa que fornecia os alimentos foi rompido. Desde então, os servidores precisam tirar dinheiro do próprio bolso para fazerem as refeições.

Já a guarda municipal reivindicava aumento salarial e promoção aos servidores com mais de cinco anos de serviço.

Comentários

comentários