‘Prefeita ostentação’ deixa pistas falsas para confundir PF

A Polícia Federal (PF) afirma que a maior dificuldade na busca pela prefeita “ostentação” de Bom Jardim (MA), Lidiane Rocha (PP), tem sido a quantidade de pistas falsas que ela deixou. Segundo o chefe da Delegacia de Combate ao Crime Organizado no Maranhão, delegado Fabrizio Garbi, as pistas foram plantadas para fazer a PF se perder. Ele, no entanto, diz que ela será capturada.

 'prefeita ostentação' de Bom Jardim, Lidiane Rocha, deixou pistas falsas para confundir a Polícia Federal. Ela está foragida desde 20 de agosto(VEJA.com/Reprodução)
‘prefeita ostentação’ de Bom Jardim, Lidiane Rocha, deixou pistas falsas para confundir a Polícia Federal. Ela está foragida desde 20 de agosto(VEJA.com/Reprodução)

“Nós pegamos gente muito mais experiente em fugir, a qualquer momento ela poderá ser presa”, disse o delegado.

Conhecida pela ostentação de bens de luxo, vaidade em excesso e uma condição financeira muito superior à da população de Bom Jardim, Lidiane está foragida desde o dia 20 de agosto. A prefeita é suspeita de desvios de recursos da educação municipal e fraude à licitação que podem alcançar 15 milhões de reais.

Ela está no Sistema de Nacional de Procurados e Impedidos (Sinpi) e não pode deixar o Brasil. O sistema é consultado por agentes da PF em aeroportos, portos e postos de fronteira, antes da autorização para saída ou entrada no país.

VEJA

Comentários

comentários