Prédio da antiga rodoviária da Capital é interditado após 39 anos

Na manhã desta terça-feira (27), o prédio da antiga rodoviária de Campo Grande, no bairro Amambaí, e que hoje abriga mais de 180 comerciantes foi interditado pelo Corpo de Bombeiros. O motivo é o não cumprimento, por parte da administração do condomínio, de exigências da corporação para funcionamento.

Prédio foi fechado na manhã desta terça-feira  Foto Kerolyn Araújo
Prédio foi fechado na manhã desta terça-feira
Foto Kerolyn Araújo

É a primeira vez que o edifício foi fechado desde a inauguração, em 1976. A esperança do condomínio, que administra o local, é obter o alvará provisório de reabertura em três dias. A antiga rodoviária fica nas ruas Dom Aquino, Vasconcelos Fernandes, Barão do Rio Branco e Joaquim Nabuco.

O local chegou a abrigar 180 pontos comerciais, inclusive salas de cinema. Neste ano a rodoviária conta com 49 estabelecimentos em funcionamento.

Após vistoria realizada ontem, os Bombeiros prometeram a interdição nesta manhã, no entanto, uma nova vistoria seria feita e a administração do prédio tinha esperança de que tudo estivesse normalizado.

A antiga rodoviária foi interditada porque entre os oito pontos avaliados pelos Bombeiros, o prédio foi reprovado em dois. São eles a obstrução da porta que integra a rota de fuga em caso de incêndio e a falha elétrica da bomba instalada no subsolo do prédio e que abastece os hidrantes.

Desde a tragédia na Boate Kiss, no Rio Grande do Sul, os bombeiros passaram a ser mais exigentes na fiscalização das medidas de segurança.

Os militares chegaram ao prédio acompanhados por 12 policiais militares e pelo Batalhão de Choque, mas não foi necessária intervenção..

Comentários

comentários