Porto recusa proposta, e São Paulo vê pouca chance de ficar com Maicon

A diretoria do Porto comunicou ao São Paulo nesta terça-feira que recusou a proposta de compra pelo zagueiro Maicon, 27, que vem sendo capitão da equipe do Morumbi e cujo contrato de empréstimo acaba na próxima quinta-feira.

Maicon durante comemoração de gol (Foto: Folhapress)
Maicon durante comemoração de gol (Foto: Folhapress)

Ao UOL Esporte, dirigentes do São Paulo afirmaram na manhã desta terça que o clube chegou a seu limite financeiro e que já é muito pequena a chance do atleta permanecer.

O São Paulo insiste em uma proposta de 5 milhões de euros (R$ 19 milhões), valor com o qual havia acenado antes de formalizar a oferta. O diretor executivo de futebol Gustavo Vieira de Oliveira está em Portugal, conversa com o Porto, mas já comunicou ao presidente Carlos Augusto de Barros e Silva que o negócio só sairá se houver uma reviravolta inesperada no andamento das negociações. O Porto dá o caso como encerrado.

Antes desta oferta, o São Paulo tentou envolver o zagueiro Lucão e o lateral esquerdo Inácio em uma proposta de troca, mas recebeu resposta negativa. O Porto pediu a inclusão do zagueiro Lyanco numa oferta composta, hipótese que o São Paulo rechaçou por considerar o jovem de 19 anos uma das principais joias das categorias de base nos últimos anos.

Maicon virou protagonista em curto espaço de tempo no São Paulo pelas boas exibições e pela forma como conquistou a liderança do elenco. Virou também um dos mais queridos da torcida, principalmente depois de ter sacramentado em La Paz, na Bolívia, a classificação do time às oitavas de final da Copa Libertadores jogando os últimos minutos da partida como goleiro – e performando duas saídas seguras do gol na altitude.

Agora, caso não haja avanço nas negociações, Maicon deverá se despedir do São Paulo nesta quarta-feira, em jogo contra o Fluminense, no Morumbi, válido pelo Brasileirão. (UOL)

Comentários

comentários