Por falta de socorro, detento morre em presídio de segurança máxima

Um detento do presídio de segurança máxima de Campo Grande morreu na manhã desta quarta-feira (2), após passar mal no local em que estava preso. A equipe do presídio chegou a levar o homem para a área de saúde, mas ele não resistiu.

Segundo o registro policial, Odevilson Martines Maldonado, 35 anos, passou mal na cela em que estava preso. Detentos acionaram um agente penitenciário e informaram o que estava acontecendo.

O detento foi encaminhado ao pavilhão de saúde do presídio, aguardou a chegada do Corpo de Bombeiros e Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), que foram acionados pelos profissionais do estabelecimento penal, mas ninguém prestou socorro ao homem.

Ainda conforme o registro, o Samu se negou a prestar socorro no local. Os bombeiros informaram não estavam em condições de atender o detento, pois faltava profissional para realizar os procedimentos cabíveis.

O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) como morte a esclarecer.

 

Comentários

comentários