Policiamento de fim de ano conta com reforço de mais de 1,2 mil policiais militares

O reforço no policiamento de fim de ano em Campo Grande será de mais de 1.200 homens. O cronograma e a abrangência do recobrimento foram apresentados à população na manhã de ontem (2) pelo Comando Geral da Polícia Militar.

A estratégia é reforçar o policiamento neste período de festas, com foco na redução dos índices criminais e aumento da segurança e bem estar da população durante o período de festas de final de ano, com rondas ostensivas, ações educativas e preventivas de policiamento comunitário, que serão realizadas por equipes de bicicletas, motos, viaturas duas e quatro rodas e policiamento montado.

Foto: Chico Ribeiro
                                                   Foto: Chico Ribeiro

“Estamos aumentando o policiamento e consequentemente a segurança em todos os municípios do Estado, em especial aqui em Campo Grande, com a operação presença e as ações de trânsito em três turnos ininterruptos, trabalho este que será feito de maneira integrada pela Polícia Militar, Guarda Municipal e com o apoio das demais forças de segurança do Estado”, pontuou o secretário Sílvio Maluf.

O incremento de 40% no policiamento está sendo possível devido ao anúncio feito pelo governador durante a solenidade, da convocação de 488 soldados da Polícia Militar habilitados no concurso interno, para o curso de formação de cabos. “Temos ações concretas que mostram que independente da região onde se está, o compromisso do Governo do Estado é o mesmo”, pontuou o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Deusdete Oliveira Filho.

Com o apoio da Guarda Municipal, o reforço do policiamento que teve início ontem e segue até o dia 8 de janeiro nos locais onde há maior fluxo de pessoas, abrange o quadrilátero central, que compreende as ruas 26 de Agosto, Rui Barbosa e Avenidas Mato Grosso e Calógeras, os bairros Moreninhas, Jardim dos Estados, São Bento, São Francisco, Tiradentes, região da Avenida Júlio de Castilhos, terminais de ônibus, Camelódromo, Mercado Municipal, etc.

Redação com Notícias MS

Comentários

comentários