Polícia trabalha para identificar homem baleado no Guanandy que morreu no posto de saúde

A Polícia Civil trabalha para identificar o nome de um homem que morreu, ontem (26), no CRS (Centro Regional de Saúde) do Bairro Guanandy, em Campo Grande, depois de dar entrada com ferimentos de tiros e sem documentos pessoais.

Homem foi encontrado baleado no local Foto Paulo Francis
Homem foi encontrado baleado no local Foto Paulo Francis

De acordo com informações do Boletim de Ocorrência, a morte da vítima foi informada à polícia por funcionários da empresa funerária que atende o plantão policial. A empresa foi acionada por volta das 18h05min a comparecer no CRS, visto que, um homem que havia dado entrada com ferimentos de tiros havia morrido.

O homem de aproximadamente 30 anos foi baleado na rua Juruá, em frente a casa 3 do numero 1346, no Bairro Guanandi.

A vítima, segundo testemunhas, estava sentada embaixo de uma árvore quando um motociclista passou pelo local e efetuou três disparos. Ele foi atingido no peito e levado pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) para a Santa Casa de Campo Grande.

Um morador da regiao, de 50 anos de idade, contou que estava em sua casa quando ouviu o barulho de 3 disparos. Ele reclamou que o bairro é tomado por usuários de drogas que vivem brigando constantemente.

Outra testemunha contou que o rapaz atingido é usuário de drogas, porém o atentado foi motivado por uma rixa entre gangues do mesmo bairro.

Ele contou que no domingo (25) aconteceu um tiroteio na feira do Guanandi onde um outro rapaz foi atingido.

E segundo a testemunha, irmãos do rapaz baleado ontem efetuaram os disparos de hoje.

O caso é investigado na 5ª DP.

Comentários

comentários