Polícia prende suspeito de matar homem em frente a um bar há dua semanas

Da Redação/JN

Acusado de matar José Veríssimo Filho, de 31 anos, Luiz Fernando Lagares Squeruque, de 20, foi preso ontem (26) em frente a uma boate.

O revólver utilizado no crime (Foto: Celso Daniel/ TVC)

O crime aconteceu no dia 17 de junho, na avenida Rosário Congro, bairro Colinos, em Três Lagoas, leste do Estado.

Segundo o site JP News, depois de duas semanas de investigações, a Polícia Civil chegou até Luiz, que é conhecido como “Chumbinho”. Ele foi preso e levado para a delegacia para prestar depoimento, ontem (26).

Luiz contou que a arma usada no crime, um revólver 38 estava na casa de um colega, no bairro Jardim das Acácias. Os policiais foram até o local, encontraram Adriel Pereira, o revólver e uma moto roubada escondida na casa.

A moto e a arma eram utilizadas em roubos que aconteceram no dia 15 de junho. Dois homens, sendo um deles o Adriel, roubavam pedestres, mas as vítimas anotaram a placa e passaram para a Polícia. Adriel confessou o crime e disse que a mesma arma usada no homicídio, era usada nos roubos. O comparsa está foragido.

Crime 

José Veríssimo da Silva Filho, foi morto a tiros em frente de um bar. Segundo informações do boletim de ocorrência, a vítima foi atingida por três disparos: no coração, no pescoço e nas costas e também apresentava afundamento de crânio quando deu entrada no hospital.

Testemunhas disseram que o homem chegou até o estabelecimento, mas não entrou porque estava sem dinheiro para pagar o ingresso. Ele então ficou parado em frente do local. Logo em seguida chegou Luiz. Os dois começaram a discutir.

O assassino sacou uma arma e disparou pelo menos cinco vezes contra a vítima, que chegou a ser levada ao Hospital Nossa Senhora Auxiliadora, mas segundo informaram os médicos à polícia, já chegou morto à unidade.

Comentários

comentários