Polícia prende jovem acusada de comandar golpe de R$ 500 mil em MS

A jovem Luciana de Oliveira Sobrinho presa recentemente pelos agentes do Setor de Investigações Gerais (SIG) de Três Lagoas e pelo DECO da Capital foi novamente levada ao presidio feminino de Três Lagoas. A informação foi divulgada nesta quarta-feira (10) pelo delegado Dr. Thiago Passos que informou o cumprimento de mandado de prisão preventivo contra a acusada.

Luciana de Oliveira Sobrinho foi presa nesta quarta-feira (Foto: Divulgação/SIG)
Luciana de Oliveira Sobrinho foi presa nesta quarta-feira (Foto: Divulgação/SIG)

Segundo a nota de imprensa da SIG, a jovem é líder de uma associação criminosa voltada à prática de crimes de estelionato e moeda falsa nos Estados de Mato Grosso do Sul e São Paulo. Ela foi presa no início do ano na Operação denominada como “Stellium 21”.

Luciana estava em liberdade, porém teve a prisão preventiva decretada a pedido da Polícia Civil. A prisão ocorreu após três semanas de investigação, na qual os passos do alvo eram monitorados pela Polícia Civil, até que ela foi localizada na região da Lagoa maior conduzindo um veículo GM Vectra. Ela foi seguida e abordada pelos agentes.

Caso

A Operação revelou a quadrilha que atuava em Mato Grosso do Sul e no interior de São Paulo, realizando empréstimos no nome de servidores estaduais e usando fotos de idosos para falsificar documentos e assim sacar os benefícios sociais das vítimas.

No dia da operação, documentos falsificados, computadores, uma quantia de dinheiro falso, seis veículos, sendo uma Toyota SRV, um Golf com placas de Araçatuba (SP), uma moto Suzuki Yes, um Ford Fiesta e uma Hilux, foram apreendidos e outros dois carros bloqueados. Oito imóveis também foram bloqueados, entre eles duas casas, um motel e uma galeria de lojas em construção.

Comentários

comentários