Polícia liga integrantes de facção a dois roubos de caminhões

Policiais da Defron (Delegacia Especializada de Repreensão aos Crimes de Fronteira) após as prisões de Alexsandro da Silva, o Pepe (30 anos) no dia 30 de abril; Felipe Flação, 24 anos, e do interno da Penitenciária Estadual (PED) Dione Quirino, 25 anos, em 13 de maio, conseguiram identificar a participação do trio em dois roubos de caminhões de frete ocorrido em Dourados, através da modalidade do “falso frete”.

Um dos roubos ocorreu no dia 13 de setembro de 2013, quando a vítima, proprietária do Caminhão Baú Ford/F4000, de Dourados, foi contratada para fazer um frete de mudança em Montese, distrito de Itaporã/MS, e ao se dirigir para o local combinado foi rendida por Sidiney Martin, o Maninho, e Anselmo Gonzales, o Paraguaio, sendo mantido em cárcere, amarrado por quatro horas. O crime, segundo a Defron, foi orquestrado por Alexsandro, que residia em Itaporã na época, o qual deu suporte e participou da venda do veiculo no Paraguai.

29duziameia

29meiaduzi

Anselmo foi preso em flagrante por roubo dois meses após o crime e atualmente está preso na PED. Sidiney foi morto a tiros no dia 22 de setembro de 2014 em uma conveniência na Rua Major Capilé, Jardim Caramuru, em Dourados, e Alexsandro também encontra-se preso na PED, onde aguarda julgamento de vários crimes ocorridos em Dourados e região, inclusive no latrocínio do casal de Maracaju, ocorrido em dezembro de 2014 no município de Itaporã. Ele ainda confessou a participação no roubo do caminhão.

O outro Roubo ocorreu no dia 01 de outubro de 2014, quando a vítima residente na cidade de Paranaíba, foi contratada para realizar um frete de Dourados até o município de Aparecida do Taboado. Ao chegar em Dourados com seu caminhão VW/8120, o condutor foi rendida por Felipe Flação e outras duas pessoas não identificadas, sendo mantido em cárcere amarrado por três horas. O crime, segundo a Defron, foi orquestrado pelos internos da PED, Paulo Alberto, o Paulinho D2 e Dione Quirino.

O veiculo foi recuperado pela Policia Militar de Ponta Porã quando estava prestes a atravessar a fronteira, tendo o motorista fugido ao abandonar o caminhão. Os três confessaram suas participações no crime.

Todos os envolvidos pertencem a facção criminosa que atua dentro e fora dos presídios brasileiros. Os Policiais continuam nas diligencias para poderem identificar outras pessoas envolvidas nos fatos, bem como apurar a participação dos mesmos em outros crimes ocorridos na região de fronteira.

A Defron disponibiliza os números telefônicos 800-647-6300 e 67-3425-1086 para denúncias e informações sobre crimes, considerando o anonimato do denunciante.
Com Informações Dourados Agora

Comentários

comentários