Polícia divulga nota e nega registro de “golpe da gostosa” em MS

A Polícia Civil de Mato Grosso do Sul negou qualquer registro de ocorrência em Mato Grosso do Sul sobre o chamado ‘golpe da gostosa’. Em nota assinada pelo delegado e assessor de comunicação da entidade, Sidnei Alberto, “não existe qualquer inquérito policial tramitando a respeito”.

23golpe

O suposto golpe consistia em mensagens falsas feitas através de perfis de rede social sempre com foto de uma mulher atraente.

Ao ser adicionado pelas vítimas, o golpista sugeria que as conversas fossem feitas através do aplicativo WhatsApp. Depois de bate-papos quentes e ganhando a confiança, pedia para que depositasse dinheiro para que pegasse um avião para se encontrarem.

O caso, teria chegado ao MS após uma suposta denúncia, porém, foi negado.

“A investigação criminal tem início quando a notícia da ocorrência de um fato aparentemente criminoso é levada ao conhecimento do delegado de Polícia, que determina a instauração do inquérito policial ou a lavratura do termo circunstanciado de ocorrência, dependendo da modalidade criminosa, e nenhum fato referente às matérias midiáticas em questão foi trazido oficialmente ao conhecimento da Polícia Civil do Estado de Mato Grosso do Sul, razão pela qual não foi instaurado qualquer procedimento de investigação criminal. A instituição não executa e nem responde por ‘investigação informal’ ”, diz o material distribuído pela polícia.

Comentários

comentários