Polícia apreende cópias de documentos no gabinete de Eduardo Cunha

Polícia apreende cópias de documentos no gabinete de Eduardo Cunha, presidente da Câmara dos Deputados. O mandado de busca e apreensão foi cumprido ontem, após autorização judicial. Cunha é um dos 50 investigados da Operação Lava-jato no âmbito do Supremo Tribunal Federal.

Foram apreendidas cópias de registros internos do sistema de informática da Casa e outros documentos. A diligência ocorreu de maneira discreta. O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, busca documento que comprovaria que Cunha foi o autor de duas representações mencionadas em depoimento do doleiro Alberto Youssef, personagem central da investigação sobre corrupção na Petrobras.

Oficialmente, os dois requerimentos são de autoria da hoje ex-deputada federal Solange Almeida (PMDB-RJ), atual prefeita do município fluminense de Rio Bonito.

Youssef disse em delação premiada que Cunha foi um dos beneficiários de propinas originadas de esquema de fretamento de navio-plataforma das empresas Mitsui e Samsung Heavy Industries. O doleiro afirmou que Cunha solicitou os pedidos de auditoria dos contratos das empresas com a Petrobras como modo de fazer pressão, depois que o pagamento de propinas foi suspenso.

Comentários

comentários