Polícia ambiental multa seis pessoas em R$ 10,2 mil por degradação de matas ciliares

Uma equipe de Policiais Militares Ambientais (PMA) de Naviraí multou seis pessoas em R$ 10,2 mil por degradação de matas ciliares. Na tarde da última terça-feira (17), policiais realizavam fiscalização de rotina no município de Itaquiraí, nas proximidades da ponte da rodovia MS 487, quando localizaram construções ilegais à margem do rio Amambai, degradando Área de Preservação Permanente (APP).

Em um assentamento rural denominado Caburey, localizado às margens do rio, a PMA verificou a instalação de 29 ranchos pesqueiros construídos pelos assentados. Destes, seis estavam dentro da área protegida de preservação permanente de matas ciliares e de Vereda (APP).

pesqueiro-ilegal-19.5-672x372
Foot: Divulgação PMA

Os proprietários dos ranchos realizaram obras, dentro da área que deveria ser conservada de vegetação de mata ciliar e de vereda, sem autorização do órgão ambiental. Os policiais interditaram as atividades e autuaram os infratores com multa total de R$ 10,2 mil. Os assentados responderão ainda por crime ambiental. Se condenados, poderão pegar pena de um a três anos de detenção.

Eles foram notificados ainda a desocupar as áreas e a apresentar junto ao órgão ambiental Estadual um plano de recuperação da área degradada (PRADE).

Comentários

comentários