Poesias e Viviane Mosé abrilhantam a “29ª Noite da Poesia”

Lúcio Borges

Teatro Dom Bosco

A 29ª Noite da Poesia de Campo Grande, ocorreu na noite dessa sexta-feira (15), como o Página Brazil anunciou, levando um bom público ao Teatro Dom Bosco, que ficou em clima de leveza e encanto. Centenas de pessoas prestigiaram, além das leituras poéticas, a premiação dos melhores poemas, apresentações musicais e teatrais, e por fim, a palestra da poetisa, escritora, filosofa Viviane Mosé. O curioso da noite ou que podemos ressaltar como uma “preocupação” é que entre os 10 textos premiados, apenas dois eram de Mato Grosso do Sul, sendo um da Capital, que faz ou fez acontecer o concurso. Os participantes gostaram muito da noite e do conteúdo e performance de Mosé.

O evento festivo e de poesia, após cerca 1h30,  foi encerrado com chave de ouro, com uma hora de ‘palestra’ bate papo com Viviane Mosé, que tinha o tema “A poesia como forma de afirmação da vida”, onde ela caminhou e deflagrou diversas falas explicando ou permeando conteúdos com poemas, pessoal ou de outros autores. Mosé, em sua introdução já iniciou homenageando a noite poética e por ter sido convidada pelo tema especifico. “A poesia é um aspecto da minha vida que não aparece tanto, normalmente sou convidada para falar sobre outras áreas. E hoje, agora para vocês estou muito agradecida e com muita alegria, que estou sentindo, por estar aqui por causa da poesia”, disse.

Contudo, antes de Mosé, o evento contou em sua primeira parte, com declamações ou leitura poética, seguindo com o reconhecimento/premiação e apresentação das obras escritas para participar do concurso. O certame abriu inscrições em meados de agosto, para concorrer a certificados e aos três primeiros, uma premiação em dinheiro.

A direção da UBE-MS (União Brasileira dos Escritores em MS), apontou que 200 poemas do Brasil inteiro participaram da seleção. Ontem, foram conhecidos os 10 melhores, onde o primeiro lugar foi conquistado pelo poema “Cana”, escrito por Carlos Eugênio da Silva Rego da cidade de Brasília-DF. O poema “Identidade”, de Antônio Francisco Pereira, de Belo Horizonte – MG, ficou com a segunda colocação. Já a campo-grandense Ileides Joana Müller foi premiada com a terceira colocação com o poema “Pássaro Circunflexo”.

Realização e apoio da gestão municipal

Realizado pela Prefeitura Municipal de Campo Grande, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Sectur) em parceria com a UBE-MS e Serviço Social do Comércio (Sesc), a edição deste ano da Noite da Poesia evidência, segundo a titular da Sectur, Nilde Brun, o valor da literatura para a gestão atual.

DSC_0064
Autoridades do município com Ileides Joana Müller, a única campo-grandense premiada

“Este é o primeiro grande evento da Poesia deste ano. Queremos iniciar políticas públicas voltadas para o segmento ainda este ano é assim incentivar a escrita de crianças, jovens e também dos adultos. Hoje é uma noite muito nobre”, reconheceu Nilde.

As inscrições para o concurso da Noite da Poesia foram encerradas dia 5 de setembro e contemplou os três primeiros colocados com R$ 4.500 em dinheiro. Este ano o homenageado da noite foi o escritor e poeta Ferreira Gullar, falecido em dezembro do ano passado.

Comentários

comentários