PMDB rejeita duas secretarias, mas votará projetos “a favor” da cidade

Reunião da bancada de vereadores e da Executiva Municipal do PMDB em Campo Grande, decidiu não aceitar o convite feito pelo prefeito de Campo Grande, Gilmar Olarte (PP) para indicar nomes para assumirem a direção da Semed (Secretaria Municipal de Educação) e Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano).

De acordo com a presidente municipal do PMDB, vereadora Carla Stephanini, o partido “decidiu abrir mão de todo e qualquer cargo dentro da administração municipal” e “deixar o prefeito Gilmar Olarte livre para fazer suas escolhas para compor os quadros das secretarias”. A vereadora destacou que a negativa não sinaliza que o PMDB estaria deixando a base de apoio da prefeitura. “Nós continuaremos apoiando as proposições que forem favoráveis à população como sempre apoiamos”.

Questionada se a indisposição generalizada dos integrantes do PMDB municipal com relação à administração Olarte teria motivado a decisão de não assumir as secretarias, a vereadora respondeu: “é de domínio público, não só do partido, mas também da população, que se manifesta muitas vezes a incapacidade da administração de dar as respostas que a população espera. E agora na própria esfera das secretarias, tanto na área da saúde, quanto na área da educação”, assim essa “não é uma constatação partidária, mas acredito que uma constatação de toda a população”.

Ao ser indagada se a criação da CPI para investigar a gestão do orçamento da prefeitura foi um fator determinante para que o PMDB municipal tomasse à decisão, a vereadora frisou que “as escolhas do prefeito que recaíram sobre o PMDB de outrora, foram escolhas pessoas do prefeito” e que da mesma forma, “essa questão (a criação da comissão) independe”, ou seja, não teria sido a razão de recusa do partido em assumir às pastas.

A reunião contou com a presença de cinco vereadores – Carla Stephanini, Vanderlei Cabeludo, Mario Cesar (presidente da Câmara), Magali Picarelli e Edil Albuquerque – e o presidente estadual da sigla, deputado estadual Junior Mochi. Paulo Siufi e Loester Nunes não compareceram.

Silvio Ferreira

Comentários

comentários