PMA autua proprietária rural em R$ 5 mil por construir estrada degradando matas ciliares de rio fronteiriço

Uma equipe de Policiais Militares Ambientais de Bela Vista localizou na manhã de ontem (4), na região de fronteira, uma estrada que era construída degradando as matas ciliares do rio Estrela (área de preservação permanente – APP).

Foto: Divulgação PMA
Foto: Divulgação PMA

No local, a proprietária de uma chácara realizou com uso de máquinas, a limpeza de uma área de 20 metros de largura, por 140 metros de comprimento até a margem do rio, perfazendo um total de 2.800 m² de vegetação destruída. Toda a atividade fora realizada sem nenhuma autorização ambiental.

Do outro lado do rio, havia também uma estrada em continuidade no lado do território Paraguaio. As atividades foram interditadas e a infratora de 22 anos, residente em Bela Vista, foi autuada administrativamente e recebeu multa de R$ 5 mil. Ela também responderá por crime ambiental, e se condenada poderá pegar pena de um a três anos de detenção.

A autuada foi notificada a apresentar junto ao órgão ambiental um plano de recuperação da área degradada (PRADE).

Comentários

comentários