PM presta depoimento e diz que matou mulher em legítima defesa

O policial militar aposentado Valdecir Ferreira, de 55 anos, se apresentou na manhã desta quarta-feira na Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam), em Campo Grande.

PM aposentado cobriu o rosto na chagada á delegacia
PM aposentado cobriu o rosto na chagada á delegacia

Durante depoimento o homem confessou ter matado Katia Campos Valejo, de 35 anos, na noite do último domingo (16). O policial alegou legítima defesa e afirma que atirou contra a mulher porque ela teria o ameaçado com revólver.

Valdecir responderá pelo crime em liberdade, devido ao fato de ter se apresentado após o flagrante já ter passado.

Crime – Kátia foi encontrada morta com perfurações de tiros na cabeça e tórax, na noite de domingo, na Rua Tintoreto, na Vila Nossa Senhora das Graças, em Campo Grande. O assassinato ocorreu na casa de policial militar da reserva, tido como suspeito de autoria. Conforme informações informais, ele tinha relacionamento amoroso com a vítima.

De acordo com o setor de comunicação da Polícia Civil, Kátia já esteve presa em 2012 por envolvimento em tráfico de drogas. Além disso, ela seria dependente química.

Comentários

comentários