PM lança a operação ‘Cidade Segura’ que organiza policiamento do final de ano na Capital

A Polícia Militar de Mato Grosso do Sul apresentou na manhã desta terça (29) a operação Cidade Segura que organiza todo o policiamento para este final de ano em Campo Grande. O comando da instituição mostrou a a comunidade campo-grandense  e especialmente aos comerciantes como o policiamento será realizado.

Ilustrativa - Reprodução
Ilustrativa – Reprodução

A ação ocorre em razão do aumento do fluxo de pessoas pelas áreas comercias da cidade por conta do 13º salário e festividades natalinas, é uma parceria da Secretaria de Estado, Justiça e  Segurança Pública(SEJUSP) com a Associação Comercial e Industrial de Campo Grande(ACICG), Câmara de Dirigentes Lojistas(CDL) e Conselhos Comunitários de Segurança. Para o Comandante do Policiamento Metropolitano, Coronel PM Waldir Ribeiro Acosta, responsável por Campo Grande, as unidades de área não medirão esforços para evitar furtos e roubos e garantir a segurança de todos os consumidores. “Por meio de policiamento a pé, rondas com viaturas quatro e duas rodas, daremos ênfase as áreas comerciais do centro e bairros por toda cidade”, enfatizou o comandante do CPM.

Waldir também ressaltou a parceria com o comércio por via da ACICG. “Como já é sabido e Campo Grande, o quadrilátero do centro é um local que merece atenção principal. Alguns outros pontos sugeridos pelo comércio serão locais de rondas constantes por nossas equipes.”, salienta o Coronel.

Os locais escolhidos foram definidos por levantamento estatísticos realizados pela Polícia Militar, pelo serviço de inteligência e em consulta as associações. O policiamento  terá início no dia 03 de dezembro de 2016 com previsão de término para 03 de janeiro de 2017 e contará com o apoio de 210 alunos cabos que estão realizando curso de formação na Academia de Polícia Militar.

Dentre os locais contemplados estão o grande centro e as principais avenidas dos bairros, como Júlio de Castilho, Manoel da Costa Lima, Raquel de Queiroz, Marquês de Pombal e Bom Pastor.

Comentários

comentários