Placar redondo! Atacantes perdem gols incríveis e clássico Carioca fica no zero a zero

Da ESPN

Antes do clássico, a polêmica frase de Roger sobre Guerrero ser “supervalorizado” e pior que Fred criou muita discussão. Neste domingo, porém, os dois pivôs da polêmica decepcionaram, perderam chances incríveis e “contribuíram” para Flamengo e Botafogo ficarem no 0 a 0, pela 4ª rodada do Campeonato Brasileiro, no estádio Raulino de Oliveira.

 

O peruano foi o primeiro a falhar. Na segunda etapa, ele recebeu nas costas da zaga e saiu na cara de “Gatito” Fernández, em boa condição para finalizar. No entanto, chutou em cima do paraguaio, que conseguiu defender com a perna.

Roger faria pior alguns minutos depois. Em ótimo contra-ataque, ele recebeu cruzamento rasteiro e ficou frente a frente com Alex Muralha, mas finalizou muito mal e mandou para fora. Incrível!

Em uma partida em que o Fla finalizou bem mais do que o rival, o técnico Zé Ricardo ainda tentou arrancar uma vitória colocando o meia Diego, retornando de lesão, e o garoto Vinícius Júnior nas vagas de Cuéllar e Éderson.

A pressão aumentou, e Vinícius Júnior, bem em campo quase fez um golaço aos 38 minutos, em uma linda batida colocada. Contudo, seu chute acertou caprichosamente o travessão de “Gatito” Fernández.

Resultado que, no fim das contas, é mais comemorado pelo Botafogo, já que a equipe viu o meia Camilo e o volante Rodrigo Lindoso serem vetados um dia antes de partida.

A partida, aliás, foi disputada em um gramado horroroso em Volta Redonda. Prova disso é que o time da Estrela Solitária perdeu dois de seus principais jogadores (o lateral Victor Luís e o volante Aírton) com lesões graves após prenderem o pé no “pasto” do Raulino.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO-RJ 0 X 0 BOTAFOGO-RJ

Local: Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ)
Data: 4 de junho de 2017 (Domingo)
Horário: 11h(de Brasília)
Público: 8.887 pagantes
Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (Fifa-PA)
Assistentes: Helcio Araujo Neves (PA) e José Ricardo Guimaraes Coimbra (PA)
Cartão Amarelo: Cuéllar, Juan(Fla); Bruno Silva, Carli(Bota)

FLAMENGO: Alex Muralha, Pará, Réver, Juan e Trauco; Márcio Araújo, Cuéllar (Diego), Willian Arão (Leandro Damião) e Ederson (Vinicius Júnior); Everton e Paolo Guerrero
Técnico: Zé Ricardo

BOTAFOGO: Gatito Fernández, Arnaldo, Joel Carli, Igor Rabello e Víctor Luís (Gilson); Aírton (Dudu Cearense), Bruno Silva, Matheus Fernandes e João Paulo; Rodrigo Pimpão (Joel) e Roger
Técnico: Jair Ventura

Comentários

comentários