PF faz megaoperação contra facção que manda drogas para o exterior

A Polícia Federal (PF) realiza na manhã desta terça-feira (2) uma operação para prender 32 suspeitos de envolvimento com tráfico internacional de drogas. A ação é coordenada pela delegacia de Dourados, a 214 quilômetros de Campo Grande, e os mandados de prisão e busca e apreensão são para alvos em Mato Grosso do Sul e mais quatro estados.

Operação foi deflagrada nesta terça-feira e 32 mandados de prisão foram expedidos
Operação foi deflagrada nesta terça-feira e 32 mandados de prisão foram expedidos

De acordo com informações divulgadas pela PF, a associação criminosa investigada atua há mais de uma década e distribui grandes quantidades de entorpecentes para diversos municípios do páis e também no exterior. Para o tráfico internacional, os suspeitos utilizam o porto de Santos, no litoral de São Paulo.

Conforme a PF, o grupo desarticulado pela operação Matterello tem grande poder econômico e de articulação, o que resultou em anos de atuação. Durante as investigações da PF, foram apreendidas cerca de 4 toneladas de maconha dos suspeitos e 2,7 mil quilos de cocaína.

Na ação deflagrada nesta terça-feira devem ser apreendidos cerca de 50 veículos dos suspeitos. Participam da operação 150 policiais federais.

A operação é realizada em Ponta Porã, Aral Moreira, Dourados, Campo Grande, Dois Irmãos do Buriti, Cuiabá (MT), São Paulo (SP), Avaré (SP), São Vicente (SP), Taquarituba (SP), Pirajuí (SP), Medianeira (PR) e Recife.

Em Cuiabá estão sendo cumpridos dois mandados. A PF vai detalhar a operação em entrevista coletiva marcada para as 10h (de MS).
Segundo a PF, Matterello é uma palavra italiana que nomeia o objeto usado para amassar massas, que no Brasil é conhecido como ‘rolo’. A ideia de denominar a operação é para que a ação atue da mesma forma em relação ao tráfico praticado pelo grupo.

PF faz megaoperação contra facção que manda drogas para o exterior

Comentários

comentários