Pescadores encontram corpo de servente de pedreiro boiando no rio Taquari

O corpo do servente de pedreiro, Itervi Ferreira dos Santos, de 49 anos, foi encontrado por pescadores boiando nas águas do Rio Taquari na manhã desta sexta-feira (31), na região conhecida como Morro Preto, a aproximadamente 20 quilômetros de Coxim.

Foto: PC de Souza
Foto: PC de Souza

Assim que avistaram o corpo boiando, os pescadores amarraram o mesmo e acionaram os bombeiros, que seguem para o local. Equipes da Polícia Civil e do Núcleo Regional de Perícias também acompanham o caso.

O exame foi feito no local e um parente de Santos, o funcionário público, Josimar Miranda, também esteve no local e reconheceu o corpo, que foi liberado para a funerária.

O afogamento

Na última segunda-feira (27), Santos e mais cinco amigos, entre eles um adolescente de 16 anos, decidiram pescar do outro lado do rio numa ilha, mas acabaram pegando uma canoa por engano. Durante a pescaria, eles se afastaram um pouco da embarcação e quando retornaram descobriram a canoa já havia sido retirada do local para ser devolvida ao dono.

O motorista W.S. de 40 anos, contou que ficou na praia com Santos e o adolescente, enquanto os outros três amigos foram pedir ajudar para um grupo de pessoas, que também pescavam no local, para que pudessem cruzar o rio.

Como já estava escurecendo, Santos e o adolescente decidiram atravessar o rio nadando, porém o motorista não acatou a ideia e ficou na ilha até que os demais amigos retornassem com outra embarcação. O motorista explicou que em determinado momento perdeu os dois de vista, mas acreditou que ambos tivessem completado a travessia.

Somente no dia seguinte ele e os demais amigos descobriram que só o adolescente conseguiu sair da água, já Santos teria se afogado na correnteza. O motorista informou a nossa reportagem que, com exceção do adolescente, os demais ingeriam bebida alcoólica, porém não houve desentendimento ou briga entre o grupo em nenhum momento.

Todos prestaram esclarecimentos na 1ª Delegacia de Polícia Civil de Coxim.

Comentários

comentários