Peru vence a Nova Zelândia por 2 a 0 e conquista a última vaga para a Copa de 2018

Do GE

Getty

Após semanas de mobilização nacional, com direito a um drama envolvendo seu capitão, a seleção peruana pode celebrar: está de volta à Copa do Mundo depois de 36 anos. Em uma noite de homenagens ao capitão Paolo Guerrero, suspenso após resultado adverso em exame antidoping, o Peru venceu a Nova Zelândia por 2 a 0, na madrugada desta quinta-feira, em Lima, e garantiu a última vaga para o Mundial da Rússia, no próximo ano.

Um resultado adverso no exame antidoping da partida contra a Argentina tirou Guerrero dos jogos decisivos contra a Nova Zelândia, mas seus companheiros não o esqueceram no momento tão sonhado. A noite em Lima foi marcada por homenagens ao astro nas arquibancadas e no campo. Todos os atletas peruanos usaram camisas especiais no aquecimento, e Farfán, amigo do atacante desde a juventude, sacou uma camisa 9 e foi às lágrimas na comemoração de seu gol.

O Peru esteve longe de ter uma campanha tranquila nas eliminatórias para a Copa do Mundo. Com apenas uma vitória nos seis primeiros jogos, o time de Guerrero e companhia chegou a ser considerado fora da briga por uma vaga na Rússia. Porém, o desempenho irregular dos adversários abriu espaço para que o sonho voltasse à tona, junto com um ótimo retrospecto da equipe de Ricardo Gareca na reta final: foram seis jogos de invencibilidade no fim do torneio, com direito a vitórias sobre Uruguai e Equador, além de empate com a Argentina.

O Peru manteve postura ofensiva em boa parte do jogo e concentrou as melhores ações do lado esquerdo do campo, com uma boa dupla formada por Trauco, do Flamengo, e Cueva, do São Paulo. Tanto que a parceria deu origem ao primeiro gol do jogo, que contou com grande jogada do meia antes do chute de Farfán. Na etapa final, os neozelandeses cresceram e ofereceram perigo, mas os peruanos usaram a bola parada como arma para chegar ao segundo gol e ganhar mais conforto no jogo. Os visitantes não tiveram fôlego para buscar o empate, e os peruanos souberam segurar o resultado.

Comentários

comentários