Pena de delatores cai de 283 para 7 anos, diz jornal

De 283 anos e 9 meses para seis anos e 11 meses de reclusão somados. Esse será o novo tempo de pena para 13 delatores da Operação Lava Jato após a colaboração com a Justiça. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

De acordo com o jornal, os dados foram levantados com base no balanço divulgado pelo juiz Sergio Moro no fim de 2015 levando em conta apenas os processos em que o juiz já definiu as sentenças.

Foto: Wilson Dias/Agência Brasil / O Financista
Foto: Wilson Dias/Agência Brasil / O Financista

Para Moro e os integrantes da força-tarefa da operação, as delações têm sido importantes para o avanço das investigações. “Nos acordos de colaboração, o princípio é de que se troca um peixe por um cardume, ou um peixe pequeno por um peixe grande”, diz o procurador da República Deltan Dallagnol, coordenador da operação. Segundo ele, “as operações são feitas para alcançar provas em relação a diversas outras pessoas e para recuperar o dinheiro desviado.”

Os acordos feitos- foram cerca de 40 – permitiram acusações por corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa contra 179 pessoas, sendo que 80 delas já foram condenadas- as penas totais somam 783 anos de prisão.

Terra

Comentários

comentários