Pela segunda vez, condutor tem roda de veículo quebrada em buraco no Nova Lima

Veículo ficou imobilizado no meio da via. (Foto: Pedro Henrique)
Veículo ficou imobilizado no meio da via. (Foto: Pedro Henrique)

Um leitor do Página Brazil enviou via aplicativo WhatsApp imagens do seu veículo, que teve a roda quebrada após cair em um buraco no bairro Nova Lima, em Campo Grande. O fato aconteceu por volta das 12h de ontem (31), na rua Jerônimo de Albuquerque.

Segundo o passageiro do carro de passeio Ford Fiesta, placas JVP-3382, Pedro Henrique Amaral Gomes, eles seguiam pela via de carro com destino ao supermercado para comprar ingredientes para o almoço e voltavam para casa onde ocorreria uma confraternização de aniversário, momento em que o condutor, o pedreiro Júlio Antônio Schupp, de 40 anos, tentou desviar de uma cratera e acabou caindo em outra. Devido a profundidade do buraco e impacto estourou o pneu dianteiro esquerdo, quebrou o pivô da Homocinética do eixo do veiculo e o mesmo ficou parado no meio da via.

Proprietário acredita que quebrou o pivô da homocinética do veículo. (Foto: Pedro Henrique)
Proprietário acredita que quebrou o pivô da homocinética do veículo devido ao tamanho do buraco na via. (Foto: Pedro Henrique)

Apesar de Julio estar conduzindo o veículo, Pedro relatou que é o proprietário do carro e essa não é a primeira vez que ele tem problemas causado pelos buracos. Em uma outra ocasião o transtorno parecido aconteceu com o veículo, porem na roda direita do carro.

“ Olha o tamanho da “panela”, da outra vez eu gastei do  meu bolso tudo, agora desta vez vou gastar novamente com mecânico e o conserto mas pretendo responsabilizar o poder público pelos danos causados. Isso esta um verdadeiro caos, o Julio nem estava correndo, não aguentamos mais os buracos espalhados por toda a cidade, pagamos nossos impostos em dia para ficarmos no prejuízo”, finaliza.

Canal Interativo – Os leitores podem enviar sugestões de pauta, flagrantes e denuncias para o WhatsApp do Página Brazil através do telefone (67) 9828-9590.

 Paulo Francis

Comentários

comentários