Pedreiro é preso após roubar e estuprar jovem no Taquarussu

 

Policiais da Delegacia Especializada em Roubos e Furtos (Derf) prenderam, na última quinta-feira (03), o pedreiro Mauro Lemes da Silva, 32 anos. Ele é acusado de roubar e estuprar uma mulher de 21 anos no dia 19 de agosto.

Segundo o delegado Carlos Delano, responsável pelas investigações, no dia 19 de agosto, por volta das 21h, a vítima desceu em um ponto de ônibus na rua Engenheiro Roberto Monge, no bairro Taquarussu, quando foi abordada por Mauro, que estava com um simulacro de arma de fogo. “Ele anunciou o assalto e roubou o celular da jovem. Logo após, a vítima foi levada para um canto escuro da rua, onde foi abusada”, contou.

Delegado contou que Mauro estava foragido do sistema prisional. Foto: Kerolyn Araújo
Delegado contou que Mauro estava foragido do sistema prisional. Foto: Kerolyn Araújo

No local, Mauro praticou sexo oral na jovem e obrigou que ela fizesse o mesmo nele. Após perceber que ele não estava armado, a vítima conseguiu fugir. Ela pediu socorro na casa de uma vizinha.

Após investigações, os policiais chegaram até Nilton Caboclo Ferreira, que estava com o celular da vítima. Ele contou à polícia que havia comprado o aparelho de Mauro, que é seu cunhado. Nilton foi preso por receptação e solto após pagar fiança de R$ 500.

Os policiais foram até a casa de Mauro, no bairro Arnaldo Estevão de Figueiredo, onde ele foi preso. Na delegacia, ele confessou que roubou o celular e estuprou a vítima. “Eu fiz, mas me arrependo muito. Eu estava bêbado no momento”, relatou o criminoso, que é pai de duas meninas de 13 e 7 anos.

Mauro é pai de duas meninas. Foto: Ivan Silva
Mauro é pai de duas meninas. Foto: Ivan Silva

Mauro cumpria pena em regime aberto pelo crime de furto e estava evadido do sistema prisional desde junho de 2014. Agora, ele responderá por roubo e estupro.

Kerolyn Araújo

Comentários

comentários