Peça teatral leva educação ambiental a internos da Penitenciária de Segurança Máxima da capital

(Foto Divulgação)
(Foto Divulgação)

Internos da Penitenciária de Segurança Máxima de Campo Grande assistiram ontem(23), à peça teatral  “Aventuras no Mundo Encanado” . O espetáculo foi encenado com o objetivo de conscientizar a população carcerária sobre o melhor uso da água e também mostrar a importância do saneamento básico para a saúde da população e preservação do meio ambiente.

A ação faz parte de uma parceria entre a Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen) e a Águas Guariroba  para reduzir o índice de perdas de água nos presídios. A expectativa é de que o projeto, que também inclui o combate a vazamentos internos, contribua para a redução de aproximadamente 40% do consumo de água nas unidades prisionais da Capital.

Além da Penitenciária de Segurança Máxima, a apresentação, que leva informações sobre saneamento através de teatro de bonecos, já foi vista por detentos do Centro de Triagem, Presídio de Trânsito e Instituto Penal de Campo Grande.  A peça é formada por personagens que são bichos da fauna pantaneira, dão dicas para reduzir o consumo de água e explicam como cada um pode fazer a sua parte e contribuir para preservação do meio ambiente.

Segundo o diretor do presídio, João Bosco Correia, a apresentação incentiva a consciência ambiental dos internos. “Eles têm este conhecimento sobre a importância da água para o planeta, mas a peça vem reforçar esta ideia da preservação de uma maneira criativa, que prende a atenção de todos e leva à reflexão do consumo consciente”, observa Bosco.

“Ao mesmo tempo que a peça ensina sobre preservação, também leva entretenimento para os detentos e ajuda a despertar neles mais interesse pelo tema”, destaca Willian Carvalho, gestor de Projetos Sociais da Águas Guariroba.

A peça faz parte do Programa Saúde Nota 10, que leva educação ambiental para escola da Capital.  A apresentação já foi vista por mais de nove mil estudantes somente em 2015.

Comentários

comentários