Paulo Nobre não se opõe e Palmeiras faz sondagem por Alan Kardec do São Paulo

Com apenas um gol em 2016, Alan Kardec segue em alta no mercado. Reserva de Calleri, o atacante do São Paulo voltou a entrar no radar do Palmeiras, seu ex-time.

Na reserva, Kardec tenta retomar a boa fase no São Paulo (Foto: Gazeta Press)
Na reserva, Kardec tenta retomar a boa fase no São Paulo (Foto: Gazeta Press)

A diretoria alviverde deixou para trás as rusgas recentes e, com o aval do presidente Pa

ulo Nobre, fez sondagem pelo jogador, que, a princípio, não será liberado pelo time tricolor.

Segundo apurado pelo ESPN.com.br, foram pelo menos outras três consultas recentes: Cruzeiro, Inter e Vasco.

Kardec foi titular na estreia são-paulina no Brasileiro, em mistão escalado pelo técnico Edgardo Bauza contra o Botafogo. Ao todo, ele participou de 23 jogos na temporada e balançou as redes somente contra o Santos, no Paulistão.

Bauza não abre mão de seu nome, no entanto.

O argentino elegeu o auxiliar Pintado como responsável por acompanhar o atleta de perto no dia a dia. O objetivo é fazer com que recupere a fase do ano passado e supere, assim, o momento ruim. Houve a avaliação de que ele se abateu com a vinda de Calleri. O meia-atacante Michel Bastos é citado como exemplo na tarefa.

O negócio é difícil de sair.

Ao todo, o São Paulo desembolsou R$ 15 milhões em acordo com Benfica que, na época, gerou um mal-estar na relação com o Palmeiras, então seu clube. O conflito se estendeu, inclusive, ao pai e empresário do atacante. O presidente alviverde Paulo Nobre agora se mostra disposto a deixar o assunto para trás.

Em entrevistas, ele disse não ter mais “ressentimento nenhum” do episódio. Kardec, por sua vez, assegurou em outras ocasiões que voltaria.

Ainda reconstruindo o seu elenco, a equipe de Palestra Itália recebeu consulta do Sport por Rafael Marques na semana passada. Além dos ‘dispensáveis’, ela não descarta a perda de atletas no meio do ano.

Alan Kardec tem contrato até maio de 2019 no São Paulo.

Comentários

comentários