Pastor e aposentado são presos em flagrante durante pesca ilegal

Jefferson Parreira

Divulgação/PMA

Um pastor de 47 anos e um aposentado de 54, foram presos em flagrante, enquanto pescavam com rede de pesca, que é considerada petrecho proibido, na madrugada desta terça-feira (6), no município de Aparecida do Taboado, 457 quilômetros de Campo Grande.

De acordo com a PMA (Polícia Militar Ambiental), os infratores pescavam embarcados no Córrego do Campo e foram surpreendidos no momento em que conferiam as redes de pesca. O material media 500 metros e capturou, aproximadamente, 13 quilos de pescado. Os peixes foram soltos.

Ainda de acordo com o órgão,  foram apreendidas sete redes de pesca, um barco, um motor de popa e três quilos de pescado que estavam mortos na embarcação. A dupla foi presa e encaminhada, juntamente com o material apreendido, à delegacia de Polícia Civil da cidade.

Após a autuação por crime ambiental de pesca predatória, ambos pagaram fiança e foram soltos. Eles também foram autuados administrativamente e multados em R$ 830,00 cada um. O pescado será doado para instituições filantrópicas, depois de periciado.

Rede de pesca

Por ter grande poder de captura e dizimação de cardumes, o uso do petrecho é considerado proibido pelo órgão competente.

Comentários

comentários