Palmeiras vence, conta com ajuda rival e porco dispara na frente do urubu

Faltam seis jogos, com seis pontos de vantagem. A torcida do Palmeiras pode começar a contagem regressiva para a conquista do título brasileiro. Neste domingo, o líder do campeonato venceu o Sport em São Paulo por 2 a 1 e ainda comemorou o empate em 2 a 2 entre Corinthians e Flamengo, que se
enfrentaram ao mesmo tempo, no Rio, resultado que ajudou os alviverdes a ampliarem a folga sobre os cariocas na ponta do torneio.palmeiras

Mesmo sem fazer uma grande partida diante de 31 mil torcedores, o Palmeiras, com o desfalque de Gabriel Jesus, suspenso, não vacilou contra um dos clubes que brigam contra a degola. Dudu e Tchê Tchê marcaram para os paulistas, enquanto Rogério fez o dos pernambucanos, que reclamaram de um pênalti no lance anterior ao primeiro gol do Palmeiras. Com a derrota, o Sport fica com 37 pontos, dois acima da zona de rebaixamento, na 15ª posição.

1º TEMPO

O primeiro tempo começou ruim em São Paulo. Truncado, o jogo parecia que teria poucas emoções. As coisas mudaram aos 20 minutos: primeiro, pênalti reclamado pelos pernambucanos que não foi marcado. Na sequência, o primeiro gol palmeirense, de Dudu, em contra-ataque com lindo lançamento de Moisés.

A vantagem durou pouco. Os visitantes empataram aos 32 minutos, com Rogério. Everton Felipe, pelo Sport, e Jean, do Palmeiras, tiveram chances de marcar, mas falharam. Tchê Tchê não vacilou. No último minuto da primeira etapa, o volante pegou rebote e fez o segundo dos donos da casa.

2º TEMPO

As emoções se tornaram raras novamente no segundo tempo. O Sport esteve mais perto do empate do que o Palmeiras de ampliar a vantagem. Jailson teve mais trabalho e evitou que os rubro-negros igualassem o marcador em duas oportunidades aos 29 minutos. Melhor para os palmeirenses, que se aproximam do quinto título do Campeonato Brasileiro.

RECLAMAÇÃO DO SPORT

Segundos antes de Dudu abrir o placar, os jogadores do Sport se revoltaram com a arbitragem. Em cobrança de escanteio, a bola bate no braço de Mina, dentro da área do Palmeiras, mas Ricardo Marques Ribeiro nada marcou. O primeiro gol alviverde saiu no lance seguinte.

PODE COMEMORAR

O que parecia improvável, aconteceu: palmeirenses celebraram gols do Corinthians. Cada vez que os rivais marcaram contra o Flamengo, principal adversário alviverde pelo título nacional, em duelo no Rio, a arquibancada da arena vibrou. Mas houve um atenuante. O sistema de som não nomeou o Corinthians, que era chamado de “visitante” nos anúncios da partida no Rio. Os gols do Flamengo não foram informados.

 

Comentários

comentários