Palmeiras vence o Santos, pula para sexto e mantém rival entre os últimos

O Santos teve muito mais posse de bola (60% contra 40%), mas não conseguiu criar nenhuma boa chance de gol. Ao menos, mostrou luta – coisa que não vinha fazendo. O Palmeiras, com a estratégia de tentar explorar os contra-ataques, teve segurança na defesa. Lucas Barrios entrou no fim, mas não chegou a ter chance para marcar.
Leandro Pereira comemora o gol, com Dudu soltando uma pirueta sobre ele Foto Globoesporte
Leandro Pereira comemora o gol, com Dudu soltando uma pirueta sobre ele Foto Globoesporte
Com o estreante Lucas Barrios no banco de reservas, Leandro Pereira resolveu mostrar serviço. Numa jogada clássica de pivô, recebeu de costas para Werley, virou sobre o zagueiro e bateu com estilo para marcar, aos 14 minutos do primeiro tempo, o gol da vitória do Palmeiras sobre o Santos, na tarde deste domingo, em São Paulo, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro.
“Aqui dentro temos esse pensamento, estamos demonstrando, conseguimos mostrar a regularidade. Hoje era o jogo que o importante era vencer, não convencer. Clássico é vencido por detalhe. Agora é pensar no domingo, uma vitória pode nos colocar no G-4”.
“É ruim estar numa situação dessa (zona de rebaixamento), ainda mais com um time novo. São todos meninos de muita qualidade, temos perdido jogos por detalhe”.
“Tomamos um gol e não conseguimos fazer o de empate. Temos de levantar a cabeça porque fizemos uma belíssima partida”, diz o atacante.
GLOBOESPORTE.COM

Comentários

comentários