Palmeiras quebra jejum como visitante contra o Fla e entra no G4

O Palmeiras derrotou o Flamengo por 2 a 1, em partida disputada na tarde deste domingo, no estádio Mané Garrincha, em Brasília. Foi a primeira vitória alcançada pela equipe paulista fora de casa no Campeonato Brasileiro. O resultado fez o Verdão assumir a quarta posição com 12 pontos ganhos, enquanto o Flamengo caiu para a quinta colocação com dez pontos ganhos. Gabriel Jesus e Jean, de pênalti, marcaram os gols do Palmeiras, enquanto Alan Patrick descontou para a equipe rubro-negra.

Verdão agrediu mais na partida, mesmo jogando como visitante (Foto: Gazeta Esportiva)
Verdão agrediu mais na partida, mesmo jogando como visitante (Foto: Gazeta Esportiva)

O resultado fez justiça ao melhor desempenho da equipe dirigida por Cuca que mostrou mais equilibrio em campo. O Flamengo não conseguiu repetir as atuações anteriores e pouco incomodou o goleiro Fernando Prass. Foi a primeira derrota sofrida pelo interino Zé Ricardo no comando da equipe rubro-negra.

No intervalo do jogo, torcedores das organizadas de Flamengo e Palmeiras se enfrentaram e a torcida usou gás de pimenta para separar os brigões. Por causa do efeito do gás, torcedores e jogadores foram atingidos, o que retardou o reinício da partida.

Na próxima rodada, o Flamengo enfrentará o Figueirense, no Orlando Scarpelli. O Palmeiras terá pela frente o Corinthians, na Arena Palmeiras.

O jogo

O Flamengo começou no ataque e logo aos dois minutos, causou um grande problema para a defesa palmeirense. Alan Patrick bateu falta, Matheus Sales tentou cortar de cabeça e quase marcou contra. Fernando Prass fez grande defesa e evitou o gol. A resposta do time paulista foi fulminante. César Martins errou a virada de jogo e Tchê Tchê, de cabeça, lançou Gabriel Jesus que penetrou e tocou na saída de Alex Muralha para marcar o primeiro gol do Palmeiras.

A vantagem durou pouco tempo.Aos cinco minutos, o Flamengo marcou o gol do empate. Alan Patrick recebeu no bico direito da grande área e bateu de curva. A bola tocou na trave e ganhou as redes de Fernando Prass.

A partida seguiu equilibrada com os dois times procurando superar os sistemas de marcação dos adversários. No time paulista, o técnico Cuca colocou Tchê Tchê e Róger Guedes com a missão de bloquear as avançadas dos laterais Rodinei e Jorge.

Aos 14 minutos, após cruzamento de Jean, Dudu cabeceou fraco e facilitou a tarefa de Alex Muralha. A resposta rubro-negra foi imediata. Felipe Vizeu fez boa jogada e rolou para Everton que chutou muito mal e desperdiçou a oportunidade.

O jogo seguiu movimentado. Aos 18 minutos foi a vez de Róger Guedes bater de longe. A bola quicou no gramado e quase complicou Muralha que fez uma defesa difícil.

O Palmeiras se mostrava um pouco mais agressivo do que a equipe carioca. Aos 24 minutos, Moisés fez ótimo lançamento para Gabriel Jesus que meteu a cabeça, mas mandou para fora. Logo depois, o lance se repetiu. Moisés achou Gabriel Jesus livre na área, mas o atacante demorou a chutar e Alex Muralha saiu com precisão para ficar com a bola.

O time dirigido por Cuca ficava mais tempo com a bola, mas encontrava dificuldade para superar a boa marcação da equipe carioca. Depois dos 30 minutos, o ritmo do jogo caiu bastante, com as duas equipes tocando a bola com certa lentidão.

Só aos 46 minutos é que a torcida voltou a se agitar. Fernandinho cruzou da esquerda e Felipe Vizeu, mesmo sem marcação, cabeceou mal, encobrindo o travessão defendido por Fernando Prass.

O início do segundo tempo foi atrasado porque integrantes de torcidas organizadas dos dois clubes brigaram no intervalo e a polícia militar utilizou gás de pimenta para tentar apaziguar os ânimos, o que afetou torcedores em geral e os próprios jogadores das duas equipes.

O jogo reiniciou de forma lenta e só aos sete minutos é que o Flamengo apareceu na área paulista. Depois de investida de Alan Patrick, a sobra ficou com Willian Arão que chutou e a bola bateu em Moisés. O rubro-negro pediu toque de mão, mas o árbitro mandou o lance seguir.

Ao contrário do que aconteceu no primeiro tempo, o Palmeiras encontrava mais dificuldade para penetrar na defesa rubro-negra. Cuca decidiu alterar o esquema tático e colocou o atacante Luan na vaga do volante Matheus Sales, enquanto Zé Ricardo respondeu com Marcelo Cirino no lugar de Felipe Vizeu.

Aos 17 minutos, após cobrança de escanteio, Fernandinho se antecipou aos zagueiros e cabeceou com perigo. No minuto seguinte, foi a vez de Luan cruzar e Léo Duarte desviar para escanteio. Os jogadores paulistas pediram toque do defensor carioca, mas o árbitro mandou o jogo seguir.

Aos 26 minutos, o Palmeiras desempatou. Gabriel Jesus invadiu a área e tocou por cima de Alex Muralha. O zagueiro César Martins, em salto acróbatico, meteu a mão e desviou para escanteio. O árbitro marcou pênalti e expulsou o zagueiro do Flamengo. Jean bateu com categoria, no canto direito de Muralha e colocou o Verdão na frente.

Logo depois do gol, o técnico Zé Ricardo colocou o meia argentino Mancuello no lugar de Alan Patrick para tentar dar mais organização ao ataque, enquanto o volante Willian Arão passou a atuar mais recuado, compondo a zaga com Léo Duarte.

O Palmeiras tentava administrar a vantagem, mas aos 35 minutos, Luan invadiu a área e chutou. A bola bateu na zaga e voltou para Jean que arriscou de fora da área e mandou longe do gol defendido por Muralha.

Aos 41 minutos, Rafael Marques foi lançado por Gabriel Jesus e derrubado por Márcio Araújo na grande área, mas o árbitro ignorou a falta para revolta dos jogadores paulistas.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO 1 X 2 PALMEIRAS

Local: Estádio Mané Garrincha, em Brasília, DF
Data: 5 de junho de 2016, domingo
Horário: 16 horas
Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva-PA (FIFA)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo – MG (FIFA) e Bruno Raphael Pires – GO (FIFA)
Público: 54.665 presentes
Cartão Amarelo: Mancuello(Fla); Victor Hugo, Cleiton Xavier (Pal)
Cartão Vermelho: César Martins(Fla)

Gols:
FLAMENGO: Alan Patrick, aos cinco minutos do primeiro tempo
PALMEIRAS: Gabriel Jesus aos três minutos do primeiro tempo; Jean, aos 26 minutos do segundo tempo

FLAMENGO: Alex Muralha; Rodinei, Léo Duarte, César Martins e Jorge; William Arão, Márcio Araújo, Alan Patrick(Mancuello) e Everton(Cuéllar); Fernandinho e Felipe Vizeu(Marcelo Cirino)
Técnico: Zé Ricardo

PALMEIRAS: Fernando Prass; Tchê Tchê, Thiago Martins, Vitor Hugo e Fabrício; Matheus Sales(Luan), Jean e Moisés; Dudu(Rafael Marques), Gabriel Jesus e Róger Guedes(Cleiton Xavier)
Técnico: Cuca

Comentários

comentários