Palmeiras perde pênalti, mas arranca empate com o Inter

Em um confronto movimento no Beira-Rio, Inter e Palmeiras empataram por 1 a 1 no confronto de ida das quartas de final da Copa do Brasil. Alex colocou o colorado em vantagem, mas Rafael Marques, que saiu do banco, garantiu a igualdade. O alviverde ainda poderia ter saído com um resultado melhor, mas Alisson defendeu um pênalti cobrado por Lucas Barrios quando o placar estava em branco.

24Palm
Rafael Marques comemora gol marcado no segundo tempo

Com a presença do técnico da Seleção Brasileira Dunga nas tribunas, o Internacional apostou muito na bola aérea nos primeiros minutos, mas só obrigou Prass a fazer a primeira defesa aos 17. Após boa jogada individual, Alex bateu mal e o goleiro por pouco não levou um frango. A bola quicou depois da defesa do goleiro e a bola foi para escanteio.

O Palmeiras só foi assustar aos 26. Depois da roubada de bola, Dudu puxou contra-ataque e tabelou com Barrios, que entrou livre na área. Mas Alisson saiu bem do gol e impediu o primeiro gol do jogo.

Na sequência da jogada, a bola continuou rondando a área e do Inter e William cometeu pênalti em Dudu. O lateral do Inter tentou dar um chutão para afastar a bola e acertou o atacante do Palmeiras. Barrios foi para a cobrança e Alisson mais uma vez brilhou e defendeu a tentativa do paraguaio.
O Inter respondeu rápido e chegou muito perto de abrir o placar aos 29. Nilton invadiu a área, limpou a marcação e bateu pra fora na saída de Prass na última boa chance da primeira etapa.

Na volta o intervalo, Valdivia desperdiçou a primeira grande oportunidade aos 5 minutos. Vitinho cruzou e o camisa 29 apareceu livre na pequena área, mas mandou sobre o gol. A rede só iria balançar 3 minutos depois. Alex arriscou um chute cruzado de fora da área e Prass não alcançou: 1 a 0.

O Palmeiras partiu pra cima e por pouco não empatou aos 11. Gabriel Jesus recebeu na linha de fundo, bateu cruzado e acertou o travessão de Alisson.

Precisando do tão sonhado gol fora de casa, Marcelo Oliveira apostou nas entradas de Cristaldo e Rafael Marques. E a mudança deu certo praticamente na primeira jogada. Aos 27, Lucas cruzou e Rafael Marques subiu bem no meio da zaga para cabecear e deixar tudo igual.

Aproveitando o embalo, o Palmeiras teve excelente chance para virar o jogo aos 31. Após cruzamento da direita, Gabriel Jesus recebeu sozinho, mas não finalizou. Ele preferiu limpar o goleiro Alisson e caiu depois do contato pedindo pênalti em um lance polêmico, mas o árbitro Sandro Meira Ricci mandou seguir.

Com o empate com gols, o Palmeiras pode avançar com um 0 a 0 no Allianz Parque, na próxima quarta-feira. Já o Colorado precisa de uma vitória simples ou um empate a partir de 2 a 2.

BAND

Comentários

comentários