Palmeiras perde nos pênaltis para o Real Madrid e é vice do Mundial Sub-17

O Palmeiras ficou muito perto, mas não conseguiu o título do Mundial de Clubes Sub-17. Nos pênaltis (5 a 4), o Verdão perdeu para o poderoso Real Madrid, após empate em 2 a 2 no tempo normal, na tarde desta quarta-feira, em Fuenlabrada, região metropolitana da capital espanhola.

Jogadores do Palmeiras são cumprimentados pelos atletas do Real Madrid após o jogo (Foto: Ivan Raupp)
Jogadores do Palmeiras são cumprimentados pelos atletas do Real Madrid após o jogo (Foto: Ivan Raupp)

Verdão vencia até três minutos do fim, quando Hernández empatou o jogo. Léo Passos e Gabriel Afonso fizeram os gols alviverdes, ambos de cabeça. Adrián de la Fuente havia aberto o placar para o Real Madrid no início.

Nos pênaltis, o goleiro Matheus Henrique pegou a primeira cobrança, de Martín. Mas, na sequência, o Real Madrid converteu todas as suas cobranças. Gabriel Afonso, o capitão do Verdão, e Airton erraram para o

Verdão

Seria a sexta conquista brasileira em 12 edições do Mundial Sub-17, todas disputadas na Espanha. O Corinthians conquistou o torneio três vezes (2010, 2011 e 2015), e o São Paulo foi campeão em 2007 e 2008. Boca Juniors (em 2005 e 2006), Atlético de Madrid (2012), River Plate (2013) e Real Madrid (2009, 2014 e 2016) foram os outros campeões do torneio.

O jogo

O Palmeiras começou nervoso e levou um gol com apenas cinco minutos de jogo. Após cruzamento na área, Adrián de la Fuente dominou com estilo e bateu sem chances para o goleiro Matheus Henrique.

O Real Madrid continuou melhor, dominando a posse de bola e criando chances. Aos 14, por exemplo, Martín acertou o travessão palmeirense. Dois minutos depois, porém, o Verdão conseguiu o empate. Caio César cobrou escanteio da esquerda, e Léo Passos mandou para o fundo da rede.

Com o gol, o Palmeiras foi equilibrando o jogo, e o primeiro tempo acabou em 1 a 1. Na etapa final, Matheus Henrique se tornou o grande destaque do Verdão, com pelo menos três defesas difíceis, comprovando a tradição do Palmeiras em formar bons goleiros.

E lá no ataque o Verdão continuou mostrando força nas bolas alçadas na área. A virada surgiu com novo gol de escanteio da esquerda, cobrado por Caio César, desta vez para a conclusão de Gabriel Afonso, aos 26 minutos.

Quando tudo se encaminhava para o título do Verdão, o Real Madrid empatou com Diego Hernández, a apenas três minutos do fim.

A disputa do título, então, foi para os pênaltis. Matheus Henrique pegou a cobrança de Martín, mas não conseguiu fazer mais nenhuma defesa – chegou perto em dois chutes. Pelo Palmeiras, Gabriel Afonso e Airton desperdiçaram suas cobranças. E o título mundial ficou com o Real Madrid.

Comentários

comentários