Palmeiras fura melhor defesa e derruba Grêmio do topo

O Palmeiras acabou com o status de defesa impenetrável do Grêmio. Nesta quinta-feira (2), o alviverde venceu por 4 a 3 no Pacaembu em jogo intenso e com polêmicas da arbitragem. O placar derruba o time gaúcho do topo da tabela e favorece o Internacional, que se isola na liderança do Brasileirão.
Palmeiras vence e se aproxima do G4 (Foto: Globo Esporte)
Palmeiras vence e se aproxima do G4 (Foto: Globo Esporte)
Com a derrota, o Grêmio para nos 10 pontos, fica em segundo e assiste o rival Inter se isolar com 13 pontos. O Palmeiras, por sua vez, pulou para os nove e chegou ao quinto lugar.

Antes do duelo válido pela quinta rodada do Brasileirão, o Grêmio não tinha sofrido um gol sequer. Em São Paulo, vazou com menos de dois minutos e errou durante toda a noite. Ao Palmeiras coube ser efetivo e intenso para buscar o escore após ter cedido a virada, no começo do segundo tempo.

Os gols foram marcados por Gabriel Jesus, Róger Guedes, Victor Hugo e Thiago Santos no lado verde. Bressan, Giuliano e Edilson descontaram.

Os dois primeiros lances que terminaram na rede geraram polêmica. O Grêmio reclamou de falta na origem da jogada finalizada por Gabriel Jesus. E o Palmeiras se irritou com o impedimento de Bressan após bola na trave de Geromel, no empate.

Na próxima rodada, o Palmeiras visita o Flamengo e o Grêmio recebe a Ponte Preta. Os dois jogos serão no domingo (5), às 16h (Brasília).

Quem decidiu: Gabriel Jesus

Camisa 33 abriu o placar com um minuto, em ótima leitura diante do primeiro erro da defesa do Grêmio no jogo. Na etapa final, como referência, chamou marcação, abriu espaços e também criou problemas a primeira linha do time visitante.

Quem decepcionou: Bressan

Zagueiro errou no poscionamento em dois dos quatro gols sofridos pelo Grêmio. Substituto de Fred e titular enquanto Wallace, ex-Flamengo, não tem condições de jogar, ele foi o maior vilão de uma noite infeliz de toda a defesa.

Pedro Geromel também não se salva

Alicerce da defesa do Grêmio há tempos, o camisa três errou no lance onde Róger Guedes marcou. Com a chance de afastar, o zagueiro titubeou e viu o atacante se antecipar para concluir e encobrir o goleiro. No primeiro tempo, ele já havia vacilado em disputas pelo ar e na antecipação.

Bola aérea ajuda Palmeiras a acabar com o jogo

Com intensidade, marcação forte ao portador da bola e gol cedo o Palmeiras tinha tudo para vencer. Mas sucumbiu a um jogo inteligente do Grêmio. Luan flutuando entre as linhas ajudou o time gaúcho a virar no começo do segundo tempo. Só que a bola parada salvou a equipe paulista. Roger Guedes fez após cobrança lateral e os dois zagueiros da noite converteram após escanteio e falta.

Grêmio mostra novidade na frente e resgata problema

Em desvantagem, o Grêmio acelerou o jogo para escapar da marcação apertada. Conseguiu ter volume e profundidade, empatou em bola parada e virou com uma novidade: Edilson apoiando. Egresso do Corinthians, o camisa 33 fez bonita jogada com direito a meia lua e cruzamento para Giuliano. O repertório ofensivo não foi maior que a velha dor de cabeça com a defesa. Desatento, o time gaúcho pagou preço alto.

Cuca improvisa na zaga e usa meio-campo inédito

O Palmeiras teve novidades na defesa e no meio-campo. Na zaga, Thiago Martins foi barrado após falhar contra o São Paulo e viu o volante Thiago Santos ser improvisado no seu lugar. Mais adiante, Moisés foi a outra surpresa. Pela primeira vez no ano ele começou como titular e devolveu Dudu ao lado direito. No segundo tempo, Alecsandro saiu e Róger Guedes entrou. A mexida empurrou Gabriel Jesus para a referência.

Roger mantém Luan solto e arrisca mais

Bobô estava em São Paulo, mas o Grêmio jogou com a mesma formação da última rodada. Luan à frente, com liberdade. Com ele, o time manteve troca constante entre os jogadores ofensivos. Dentro disso, o time gaúcho seguiu na lista de arriscar  mais. Até por ter começado em desvantagem, aumentou o ritmo para escapar da marcação e gerar superioridade no último terço da área.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS 4 X 3 GRÊMIO

Data: 02/06/2016 (quinta-feira)
Local: Pacaembu, em São Paulo (SP)
Público: 19.196 pagantes
Renda: R$ 525.845,00
Árbitro: Marielson Alves Silva (BA)
Auxiliares: Rodrigo Henrique Correa (RJ/Fifa) e Ivan Carlos Bohn (PR)
Cartões amarelos: Dudu, Vitor Hugo, Matheus Sales e Fernando Prass (Palmeiras); Maicon, Marcelo Hermes, Bruno Grassi e Geromel (Grêmio)

Gols: Gabriel Jesus, a um minuto, e Giuliano, aos 49 minutos do primeiro tempo; Giuliano, aos nove, Róger Guedes, aos 11, Vitor Hugo, aos 27, Thiago Santos, aos 38, e Edilson, aos 45 minutos do segundo tempo.

PALMEIRAS: Fernando Prass; Jean, Thiago Santos, Victor Hugo e Zé Roberto; Tchê Tchê, Matheus Sales e Moisés; Gabriel Jesus, Dudu e Alecsandro (Roger Guedes). Técnico: Cuca

GRÊMIO: Bruno Grassi; Edilson, Geromel, Bressan e Marcelo Hermes; Walace, Maicon, Everton, Douglas e Giuliano; Luan. Técnico: Roger Machado (UOL)

Comentários

comentários