Operação antiterrorismo prende três pessoas na Bélgica

Foto Divulgação
Foto Divulgação

Três pessoas foram detidas hoje (25) em Bruxelas na sequência da investigação sobre o atentado frustrado na cidade francesa de Argenteuil, de acordo com o Ministério Público belga. “Foram feitas duas investigações no âmbito do caso de terrorismo ligado à detenção em Argenteuil (França) de Reda Kriket”, afirmou o Ministério Público belga em um comunicado.

Na nota, as autoridades referem que estas três detenções ocorreram nos bairros de Forest, Saint-Gilles e Schaerbeek e acrescentam que os dois primeiros detidos foram identificados como Tawfik A. e Salah A., respetivamente, mas não identificam a terceira pessoa detida.

A polícia francesa tinha informado que a operação que ocorre nos subúrbios de Bruxelas, em Schaerbeek, estava relacionada com a investigação sobre a detenção de Reda Kriket, de 34 anos, em Paris, que tinha armas pesadas e explosivos no seu apartamento.

Kriket foi condenado no ano passado na Bélgica, com Abdelhamid Abaaoud, o suposto líder dos ataques a Paris em novembro do ano passado. Na terça-feira, atentados terroristas no aeroporto de Zaventem e na estação de metrô de Maelbeek fizeram 31 mortos e cerca de 300 feridos na capital da Bélgica.

Comentários

comentários