ONU premia ideias inovadoras contra mudanças climáticas

Foto Divulgação
Foto Divulgação

Dezesseis iniciativas foram homenageadas com um prêmio da Organização das Nações Unidas (ONU) em uma cerimônia especial, realizada na noite desta quinta-feira (10), na 21ª Conferência das Partes das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP21), em Paris. Chamadas deLighthouse Activities, as ações foram consideradas transformadoras pela ONU na luta contra as mudanças climáticas.

“À medida que o mundo se move em direção a um futuro construído sobre o desenvolvimento sustentável com baixas emissões de gases de efeito estufa, essas ideias ousadas podem inspirar os líderes a serem mais ambiciosos em suas próprias políticas e ações.” disse o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, em seu discurso.

A premiação e a seleção das ações vencedoras é liderada pela inciativa Impulso para a Mudança, do secretariado da ONU sobre Mudanças Climáticas, que tem o objetivo de divulgar ideias inovadoras, escaláveis e replicáveis que as pessoas estão desenvolvendo pelo mundo para enfrentar as mudanças climáticas. As atividades vencedoras deste ano variam de um smartphone que prioriza valores sociais a uma iniciativa que está permitindo que 40 cidades latino-americanas adotem medidas concretas para o clima.

A secretária executiva da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança Climática (UNFCCC, na sigla em inglês), Christiana Figueres, disse que a exibição dessas soluções e das pessoas por trás delas fortalecem os esforços, que começam com um acordo aqui em Paris, mas que devem continuar a ser construídos para acelerar a transição global para uma economia resiliente e de baixo carbono.

Bertrand Piccard, líder do projeto Solar Impulse e embaixador da Boa Vontade do Programa da ONU para o Meio Ambiente, disse que as tecnologias limpas modernas transformaram o oneroso problema das mudanças climáticas em uma oportunidade rentável. Para ele, a nova economia global, que será alimentada por energia renovável e eficiência energética e que minimiza o desperdício, não só vai combater as mudanças climáticas, mas também trará mais saúde, geração de emprego e lucro para as sociedades.

Cada uma das 16 atividades vencedoras diz respeito a uma das quatro áreas da iniciativa Impulso para a Mudança: pobreza urbana, mulheres de destaque, investimentos para o clima e soluções tecnológicas. Todas as 16 iniciativas foram exibidas em uma série de eventos especiais durante a COP21. Elas foram selecionadas por um painel consultivo internacional de 24 membros, em um trabalho do secretariado da iniciativa Impulso para a Mudança, que é implementado com o apoio da Fundação Bill & Melinda Gates e da Fundação Rockefeller, e opera em parceria com o Fórum Econômico Mundial e a Iniciativa Global e-Sustentabilidade.

As ações premiadas foram, por categoria:

Pobreza urbana:
Índia (E-waste: From Toxic to Green): Criação de postos de trabalho para manter o lixo eletrônico fora dos aterros
Quênia (Solvatten Solar Safe Water Heater): Reduzir as emissões e ao mesmo tempo garantir o acesso à água potável
América Latina e Caribe (Emerging and Sustainable Cities Initiative): Apoiar o crescimento sustentável nas cidades emergentes

Mulheres de destaque:
Colômbia (Fostering Cleaner Production): Redução de emissões em manufaturas
El Salvador (Harvesting Geothermal Energy): Gerando renda com calor residual de energia geotérmica
Guiné (Planting Trees to Save the Mangrove): Estabelecimento de grupos de mulheres líderes que protegem as florestas e geram renda
Benin (SELF’s Solar Market Gardens): O empoderamento das mulheres agricultoras por meio do domínio da técnica de irrigação por gotejamento movida a energia solar

Investimento para o clima:
África (Azuri PayGo Energy): Inovação dos sistemas de energia para residências rurais
Peru (Deforestation-free Cocoa): Empréstimo com base em ativos de carbono para proteger as florestas e produzir cacau
Mundial (Microsoft Global Carbon Fee): transformar a cultura corporativa colocando um preço para o carbono

Soluções tecnológicas:
Estados Unidos (ChargePoint Electric Vehicle Charging Corridors): Construir uma rede expressa de estação de carregamento de veículos eléctricos
Uganda (Enabling Farmers to Adapt to Climate Change): Utilização de soluções tecnológicas para aumentar a resiliência
Países Baixos (Fairphone): Produzir um telefone que melhora a vida e o meio ambiente
Quênia e Uganda (Lifelink Water Solutions): Utilização de ferramentas tecnológicas para fornecer água segura, sustentável e acessível
Tonga, Samoa, Vanuatu e Papua Nova Guiné (Mapping Exposure to Sea Level Rise): Preparação para o risco de elevação do mar com as ferramentas espaciais on-line
Ruanda e Tanzânia (Mobisol Smart Solar Homes): Energia solar em residências

 

Comentários

comentários