Obama chega à Grécia em sua última viagem como presidente dos EUA

Foto Divulgação
Foto Divulgação

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, chegou hoje (15) a Atenas, capital da Grécia, na primeira etapa de sua última viagem internacional como chefe de Estado. O roteiro de Obama também inclui Alemanha e Peru em meio à incerteza sobre o futuro das relações entre os Estados Unidos e aliados da Europa e da Ásia/Pacífico após a eleição do republicano Donald Trump para sucedê-lo na Casa Branca.

É a primeira visita de um presidente norte-americano à Grécia em 17 anos. Obama terá encontros bilaterais com o primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, e com o presidente do país, Prokopis Pavlópulos, e deverá visitar a Acrópole de Atenas, onde fará um discurso ao povo da Grécia.

O esquema de segurança para a visita de Obama prevê o fechamento do centro de Atenas com mais de 3 mil policiais gregos e 500 agentes de segurança norte-americanos, da chegada até a partida do chefe de Estado dos EUA.

Apesar do isolamento do centro da cidade ordenado pelo governo, organizações anarquistas, sindicatos, partidos e várias entidades civis anunciaram que se manifestarão contra a presença do líder norte-americano e que os protestos devem ocorrer na zona protegida.

Alemanha

A segunda parada de Obama em sua última viagem internacional antes de passar o comando dos EUA a Trump, no dia 20 de janeiro, será Berlim.

Nesta etapa, a consulta popular que referendou a saída do Reino Unido da União Europeia, o Brexit, deverá ser um dos principais assuntos da reunião entre Obama e a chanceler alemã, Angela Merkel, na quinta-feira (16).

Na sexta (17), Obama celebrará em Berlim uma reunião de cúpula com seus aliados europeus mais próximos, com Merkel, o presidente da França, François Hollande; o primeiro-ministro italiano, Matteo Renzi; o presidente do governo da Espanha, Mariano Rajoy; e a primeira-ministra britânica, Theresa May.

No encontro, Obama deve abordar, além dos resultados eleitorais dos Estados Unidos, a campanha militar contra o grupo jihadista Estado Islâmico na Síria e no Iraque, a crise dos refugiados e os próximos passos na Guerra da Síria, segundo informou a Casa Branca em comunicado.

Peru

A última etapa do roteiro de Obama será o Peru, onde o presidente norte-americano participará da reunião de líderes do Foro de Cooperação Econômica Ásia-Pacífico (Apec), onde terá encontros bilaterais com os presidentes da China, Xi Jinping; do Peru, Pedro Pablo Kuczynski; e com o primeiro-ministro australiano, Malcolm Turnbull.

Comentários

comentários